Prêmio Abdias Nascimento será entregue nesta 2ª

por Sulamita Esteliam

Os vencedores da primeira edição do Prêmio Nacional Jornalista Abdias Nascimento serão conhecidos nesta segunda-feira, 07, na cerimônia de premiação. O evento acontece no Teatro Oi Casa Grande, no Leblon, Rio de Janeiro, às 18:30. A notícia me chega via correio eletrônico.

O Prêmio Abdias Nascimento foi lançado em maio deste ano pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio, através da Cojira-Rio – Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial . Homenageia o ex-senador Abdias Nascimento, um dos ícones da luta contra o racismo no Brasil, falecido em 2011, aos 97 anos.

Renomes  do jornalismo brasileiro estarão presentes na solenidade de premiação. Shows de Augusto Bapt, vocalista do Caixa Preta, e do lendário Gerson King Combo, acompanhado da banda Supergroove, completam a festa.

De acordo com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro, organizador do prêmio, foram inscritos 150 trabalhos, 21 dos quais estão entre os finalistas. Destes, quatro concorrem na categoria Internet, pois houve empate na avaliação da Comissão Julgadora.

Este blogue concorreu com A força da mulher negra e a violência do racismo, entrevista/Ângela Nascimento, do Observatório Negro de Pernambuco. Inscreveu-se na categoria Internet e, por decisão da comissão de pré-seleção, foi incluída, também, na categoria gênero. Entretanto, não chegou à final.

Dentre os finalistas, três são do Nordeste e um de Minas Gerais: a jornalista Fabiana Moraes, do Jornal do Commercio de Pernambuco, na categoria Mídia Impressa, com Caderno Especial Quase Brancos, Quase Negros; Vera Valério, da TV Educativa de Alagoas, com a reportagem Quilombola, na categoria Televisão; Janine Maia, do Diário do Nordeste, Ceará, com Invenção Quilombola e Débora Junqueira, da Revista Elas por Elas – Sindicato dos Professores -MG, com Profissão Doméstica.

“As reportagens e fotografias foram avaliadas seguindo os critérios de originalidade da pauta, pertinência do tema, criatividade, linguagem, fontes, caráter investigativo e repercussão obtida após a publicação”, explicam os promotores.

***************************************

Serão distribuídos R$ 35 mil nas categorias Mídia Impressa, Televisão, Rádio, Internet, Mídia Alternativa ou Comunitária, Fotografia e Especial de Gênero Jornalista Antonieta de Barros.

Trata-se de parceria com Fenaj – Federação Nacional de Jornalistas, com o Unic-Rio – Centro de Informações das Nações Unidas no Brasil, Impeafro – Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros. Tem, ainda, o apoio da Supir – Superintendência de Igualdade Racial do Estado do Rio de Janeiro  e do Cedine – Conselho Estadual dos Direitos dos Negros.

Um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s