Quando a falta de humanidade se maqueia em desobediência civil

por Sulamita Esteliam

Na ilha da fantasia tétrica Brasil, uma “gripezinha” mata duas centenas de milhar e algumas dezenas de pessoas em menos de um ano, o que não justifica restrições de funcionamento. Muito menos é emergência que exija celeridade na aprovação das vacinas de eficácia comprovada cientificamente.

Qualquer dia desses, quem sabe, quando a Anvisa libertar-se da coleira que ata sua compentência técnica, até talvez, até…

Que se acumulem os cadávares insepultos às portas dos hospitais, como vem ocorrendo em Manaus.

Afinal, morto não reclama, mesmo aquele que defendia toda essa falta de humanidade, o
Covid não perdoa, mata. Pouco importa; lá na minha Macondo de origem, a estupidez mudou de nome, e agora passa a chamar-se “desobediência civil”.

Não há que se preocupar, também, se mais de 5 mil trabalhadores vão ficar sem emprego – na
Bahia, no Ceará e em São Paulo -, com o fechamento de todas as fábricas da Ford, a montadora que se plantou em Pindorama há 101 anos.

O menu de desmonte de direitos, a suposta recuperação em V da economia é a falácia em f … mesmo, e i de incompetência. A Ford vai produzir na Argentina e no Uruguai, e quem quiser e puder que importe seus modelos.

E por que dá adeus a essa terra de palmeiras? É que por aqui já não cantam os sabiás. A questão social, industrial não permite que o capital seja fiel onde o corcel cor de mel se desbotou, e as aves não mais gorgeiam, gritam na floresta icinerada.

Perguntado pelo colega Luiz Nassif, um alto executivo da empresa, de dna gringo, resume o porquê da fuga: 
“ambiente econômico, toxidade política, insegurança jurídica”.

Uai, mas a Lava Jato não ia passar o Brasil a limpo!?

Como diria Libório Mello, meu amigo encantado já vai para um ano, “tá osso!”

Fico por aqui. Alguma coisa acontece com meu portátil que não me deixa alongar a conversa, com antivírus, com tudo…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s