Um verso melodioso, quase uma prece, aos ouvidos da Nação: ‘Cai, cai, cai fora!’

por Sulamita Esteliam

Zeca Baleiro e Joãozinho Campos fazem a parceria da canção Desgoverno. Versos melodiosos, quase uma prece, que pedem e apontam a solução para a sangria do Brasil: Impeachment, já!

“Um homem sem juízo e sem noção/não pode governar essa cnação. (…) Cai, cai, cai fora!”

É o estribilho que está em todas as cabeças e corações. O país grita nas ruas, janelas e redes sociais: #ForaGenocida. Clama aos céus pela misericórdia do livramento!

Artistas de vários quadrantes, da música, do cinema, teatro e TV gravaram o vídeoclipe para o movimento o movimento Artistas e Sociedade pelo impeachment. Vídeo lançado nesta quinta, no Congresso Nacional.

Quem sabe o Arthur Lyra cai na real? Bom não esquecer que mandatos são renováveis ou não. A petição já superou 30 mil assinaturas. 

Participam do clipe: o próprio Zeca Baleiro, Zélia Duncan, Camila Pitanga, Matheus Nachthergaele, Aílton Graça, Letícia Sabatela, André Abujamra, Dani Negra, Andrea Horta, Vange Milliet, Nô Stopa, Simone Julian, Tata Fernandes, Tuco Marcordes, Kuki Stolarski, Zahy Guajajara, Chico Salem,  Elisa Lucena, Denise Fraga, Tiquinho, Lilian Lemertz, Sandra Nanayama, Malu Galli, Marco Ricca, Danilo Grangheia, Bárbara Paz, Luiz Miranda, Gero Camilo, Ellen Oléria, Fabiana Cozza.

Repostei no canal A Tal Mineira TV, no Youtube, e vai no Instagram também. Assista:

Desgoverno

de Zeca Baleiro e Joãozinho Gomes

Morte, luto e tristeza, noite e dia
É preciso calar a negação
Uh, Uh, Uh.
Nós estamos em época sombria
Mas no fim desse túnel há clarão
É preciso estancar essa sangria
Uh, Uh, Uh.
Com o bem se desfaz a maldição
Com amor se retoma a alegria
Reacende-se o riso da nação
Já que o anjo do mal não renuncia
Tudo cobre com o véu da escuridão
Vamos por toda nossa energia
Nesse grito de indignação

Um homem sem juízo e sem noção
Não pode governar essa nação (bis)

(declamado)
Quando o navio Titanic afundou, em 1912,
foram perdidas, numa só noite, 1500 vidas.
A catástrofe, por suas gigantescas dimensões,
é lembrada até hoje.

Os ataques ao World Trade Center e ao Pentágono,
nos Estados Unidos, em 11 de setembro de 2001,
extinguiram 2996 vidas.
E foram catástrofes de repercussão mundial

No Brasil,
atualmente, acontecem catástrofes
diárias de maior mortalidade.
Mas, estranhamente, temos isso naturalizado.

Se pudessem ser enfileirados em linha reta
os mortos da pandemia no Brasil
formariam um inacreditável corredor,
capaz de cobrir uma vez e meia
a distância entre a Terra e a Lua.

Todos os dias,
o país afunda, desaba.
Um país que morre sufocado.

O comandante desse barco que
afunda cada vez mais rápido
e corre em direção aos recifes
tem nome e sobrenome conhecidos

O presidente da Câmara e os congressistas
têm que colocar em discussão imediata o assunto.
O Brasil tem um remédio para começar
a estancar essa mortandade de imediato:
Impeachment, já!
Impeachment, já!

(retoma a canção)
Vencerão a justiça e a poesia
Uh, Uh, Uh.
É preciso calar a negação
Nós estamos em época sombria
Mas no fim desse túnel há clarão
É preciso estancar essa sangria
Com o bem se desfaz a maldição
Uh, Uh, Uh.
Com amor se retoma a alegria
Reacende o sorriso da nação
Já que o anjo do mal não renuncia
E se cobre com o véu da escuridão
Vamos por toda nossa energia
Nesse grito de indignação

Um homem sem juízo e sem noção
Não pode governar essa nação (bis)

Cai, cai, cai fora
Cai, cai, cai fora
Cai, cai, cai fora (bis)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s