No Brasil, a pergunta que não pode calar: direitos humanos para quem?

por Sulamita Esteliam No Dia Internacional dos Direitos Humanos, o Brasil deveria celebrar intensamente os 51 anos de revogação do AI-5 – Ato Institucional número 5, de aterrorizante memória da ditadura civil-militar que nos roubou 21 anos de evolução democrática. Deveria, assim mesmo no futuro do pretérito. Apesar dos boquirrotos desejos de uns e outros … Mais No Brasil, a pergunta que não pode calar: direitos humanos para quem?

Violência contra a mulher é problema da sociedade, de todos nós

por Sulamita Esteliam Domingo pela manhã, as mulheres caminharam pela beira-mar de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, em ato pelo fim da violência contra a mulher. Em Beagá, minha Macondo de origem, também houve passeata com o mesmo propósito, a partir da Praça da Liberdade até a Av. Afonso Pena, no centro da cidade. … Mais Violência contra a mulher é problema da sociedade, de todos nós

O Estado violador não respeita, sequer, a dor e a alegria de ser mãe

por Sulamita Esteliam O Estado é violador por excelência, quando deveria ser protetor. Violador de direitos, quando deveria assegurá-los. Violador de esperança e de sonhos, quando deveria dar suporte à sua realização. Violador físico, quando se vale da truculência, do estupro de corpos e consciências para se afirmar. Que o digam as mulheres chilenas. Replicadas … Mais O Estado violador não respeita, sequer, a dor e a alegria de ser mãe