Três anos de investigações resumidos em 13 pontos para absolvição de Lula

por Sulamita Esteliam Devo suprir a ausência de ontem, por motivos de impossibilidade física desta velha escriba, e atualizar quem me honra com o acesso sobre recentes acontecimento da política. Assim, para começar o dia, é importante remeter a um fato importante da semana: a entrega à 13ª Vara de Curitiba, que julga os processos … Mais Três anos de investigações resumidos em 13 pontos para absolvição de Lula

Desgoverno: degola da CLT é rejeitada em comissão do Senado

por Sulamita Esteliam Vou ater-me à melhor notícia do dia: a derrota da reforma trabalhista, e portanto do desgoverno do mordomo usurpador, na Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal no final da manhã desta terça-feira, 20. Não é definitivo, mas há que celebrar. Como diz Antônio Carlos Queiroz, o Toninho do Diap – Departamento … Mais Desgoverno: degola da CLT é rejeitada em comissão do Senado

Chico Buarque, 73, e a alma do Brasil

por Sulamita Esteliam Chico Buarque, nosso amado, faz 73 anos nesse 19 de junho. Viva Chico! Saúde e alegria! Quem me lembra do aniversário do artista querido, de coerência e resiliência inabaláveis, é o colega Fernando Frito, o sempre alerta “faz-tudo” do Tijolaço. Dentre ene postagens do dia, resgata o documentário Vai Passar, dirigido por Roberto … Mais Chico Buarque, 73, e a alma do Brasil

O jogo pela democracia quatro décadas depois…

por Sulamita Esteliam Cultura é Educação, e a recíproca é verdadeira. Cultura é política e Educação também, ainda que, de formas várias, queiram anular a recíproca. Não se trata, apenas de jogo de palavras, e sim de jogo de conteúdos. E o jogo é pesado, mas o jogo é jogado. E é essa a síntese que … Mais O jogo pela democracia quatro décadas depois…

E em meio ao caos, você se depara com um samba em clipe e uma entrevista do Criolo…

por Sulamita Esteliam Navegava distraída pela blogosfera, conferindo as novidades do dia que poderiam ter-me escapado do Twitter, a rede social que acesso com mais frequência, e que toda noite dão linha ao meu tricotar cotidiano neste blogue. Eis que me deparo com uma crítica na coluna de Sheila Jacob no Brasil de Fato sobre … Mais E em meio ao caos, você se depara com um samba em clipe e uma entrevista do Criolo…

Digressões em torno do ninho tucano e os vôos de Itamar Franco

por Sulamita Esteliam O noticiário do dia na blogosfera dá conta de que o PSDB, como de hábito, decidiu não decidir se sai ou fica no desgoverno do mordomo usurpador. A tentativa de salvar a pele do seu ex-presidente, AhÉCim, é conversa fiada. Sabe-se que não há salvação para o mineirim nem para a inviabilidade … Mais Digressões em torno do ninho tucano e os vôos de Itamar Franco

Trabalho infantil é aberração mundial, no Brasil ainda é chaga exposta e pode piorar

por Sulamita Esteliam Sei bem que hoje é comemorado o Dia dos Namorados, mas namoro bom é todo dia.  Além disso, o 12 de junho é dia de lembrar que criança precisa brincar e estudar, não trabalhar. E perto de 160 milhões de crianças em todo o mundo são vítimas da exploração do trabalho infantil. … Mais Trabalho infantil é aberração mundial, no Brasil ainda é chaga exposta e pode piorar

Na tragicomédia brasileira, o mordomo escapa da degola com ajuda do juiz

por Sulamita Esteliam A peça encerrou-se como tragicomédia: dentre mortos e feridos salvaram-se todos, menos a vergonha nacional. Por quatro votos a três, cantados em versos e prosa desde o dia anterior ao encerramento, o Tribunal Superior Eleitoral deixou o mordomo no posto que não lhe pertence. Gilmar Mendes, o presidente tucano do TSE, deu … Mais Na tragicomédia brasileira, o mordomo escapa da degola com ajuda do juiz

Ou cai o ‘rei’ e se reerguem as instituições, ou não fica nada!

por Sulamita Esteliam A voz aguda e límpida de Nara Takimoto em Cartomante, música de Ivan Lins e Victor Martins, celebrizada por Elis Regina, contrasta com a derrama e a lambança que imperam nas instituições públicas brasileiras, ao preço do direito e da vidas das pessoas. Mas o clip, dirigido por Elida Takimoto, ao tempo … Mais Ou cai o ‘rei’ e se reerguem as instituições, ou não fica nada!