Sigamos juntos, não nos afastemos!

por Sulamita Esteliam Primeiramente, devo me desculpar pela ausência prolongada na atualização do blogue. Não é por descaso. Impossibilidades técnicas no equipamento de trabalho e, depois, de gerenciamento do tempo, durante uma semana de viagem para compromissos familiares, nos colocaram de férias forçadas. Retomo neste feriado de Natal, para não deixar passar em branco o … Mais Sigamos juntos, não nos afastemos!

Mãe-Anja e a empatia perdida no delírio coletivo do não-ser…

por Sulamita Esteliam Ser mulher é um capricho de Deus, assim como, “o homem é um adjetivo de Deus”, na tradução da admirável Adélia Prado, conterrânea das Gerais. Ser mãe é uma condição feminina desafiadora, complexa por natureza, imperfeita por consequência humana. Daí, supõe-se, a expressão corriqueira, e o sentimento recorrente de que “a culpa … Mais Mãe-Anja e a empatia perdida no delírio coletivo do não-ser…

O Estado violador não respeita, sequer, a dor e a alegria de ser mãe

por Sulamita Esteliam O Estado é violador por excelência, quando deveria ser protetor. Violador de direitos, quando deveria assegurá-los. Violador de esperança e de sonhos, quando deveria dar suporte à sua realização. Violador físico, quando se vale da truculência, do estupro de corpos e consciências para se afirmar. Que o digam as mulheres chilenas. Replicadas … Mais O Estado violador não respeita, sequer, a dor e a alegria de ser mãe