Dilma em Uberaba lembra Lucília Rosa

por Sulamita Esteliam
Lucília Rosa em foto do blogue em sua memória

Meu amigo Luiz Alberto Molinar me envia notícias de Uberaba, Triângulo Mineiro, via mensagem no Facebook. A presidenta Dilma Roussef – que, além de ser mineira, tem ligações afetivas com a cidade -, esteve lá, nesta quinta, assinando protocolos para instalação de fábrica de fertilizantes; parceria da Petrobrás com a Cemig e o governo de Minas. Aproveitou para reverenciar a memória de Lucília Rosa, que é estrela desde o último dia 03 – conforme publicado neste blogue.

Uberaba foi a primeira visita de Dilma-presidenta a Minas Gerais, seu estado natal - Roberto Stuckert Filho/PR

Aliás, em Uberaba, Dilma fez discurso assertivo sobre crescimento e controle da inflação. Segundo a Agência Brasil, a presidenta sustentou que o país não pode crescer “feito vôo de galinha”, com altos e baixos, mas também disse que não negocia com a inflação. Clique para ler a matéria da ABr. Leia, também, a cobertura do Blog do Planalto.

***************************************

Eis parte da mensagem do meu amigo, co-autor do livro que conta a história da nossa Lucília, Rosa Vermelha, a ser lançado brevemente:

Dilma reverencia memória da comunista Lucília Rosa ao discursar em Uberaba

por Luiz Alberto Molinar

A presidenta Dilma Rousseff reverenciou a trajetória da comunista Lucilia Rosa, que morreu aos 98 anos, no último dia 3. Foi durante discurso, na manhã desta quiinta-feira, após assinar protocolo de intenções entre a Petrobras, a Companhia Energética de Minas Gerais e o estado de Minas para a implantação da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados e de um gasoduto em Uberaba. O investimento é de cerca de R$ 3 bilhões de reais. A presidenta lembrou de sua ligação com cidade ao dizer que foi onde seus pais se conheceram, no final dos anos de 1940.

Ao encerrar o evento, Dilma dirigiu-se a um dos dois filhos de Lucilia, o dentista Moyzés Soares Rosa, a quem prestou condolências e saudou a memória de sua mãe. Lucilia será homenageada pela Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, no final deste mês, juntamente com nove mulheres, entre elas Clara Charf, ex-mulher do deputado baiano constituinte de 1946 e guerrilheiro, Carlos Marighela.

Lucilia Rosa, aos 35 anos, foi uma das 17 primeiras vereadoras eleitas em Minas. Ela era de Uberaba, mas morava em Campo Florido, a 70km, onde conquistou, em 1947, uma cadeira da Câmara Municipal. Foi escolhida pelo PSD, porém era militante do PCB (Partido Comunista do Brasil) desde os 18 anos, quando se filiou e foi batizada como “Lucrécia”, seu “nome de guerra”.

***************************************

Leia mais sobre Lucília; também aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s