O fascismo saiu do armário, e mostra os dentes nos protestos contra o golpe

Deborah Fabri foi atingida por estilhaço de bomba jogada pela PM e perdeu a visão do olho esquerdo - Foto: Jornalistas Livres
Deborah Fabri foi atingida por estilhaço de bomba jogada pela PM e perdeu a visão do olho esquerdo – Foto: Jornalistas Livres
por Sulamita Esteliam

Já começou faz tempo, mas agora vai piorar. Não basta o golpe de estado. Não basta o desmonte das políticas públicas. É preciso espalhar o terror, instalar a barbárie. Deixar claro quem manda no Brasil despedaçado pela sanha golpista.

A repressão e a truculência estão soltas e sem freio. O fascismo saiu do armário, com os dentes arreganhados.

A ordem é não tolerar contestação. Parte do próprio usurpador, que além de covarde, tem vocação para sinhozinho, como bem definiu uma amiga no Facebook. Capataz ele já tem.

É assim que se comportam governos totalitários, que não têm a legitimidade das urnas.

O desgoverno empossado formalmente após a deposição do governo eleito continua ilegítimo. É ocupado por um bando que violou a Constituição e a democracia para chegar lá.

Manifestações pacíficas ocupam diferentes cidades, não apenas capitais, desde segunda-feira. Milhares nas ruas de São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas, Ribeirão Preto, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Brasília, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Recife, Salvador…

Nos estados governados pelo tucanato, como São Paulo, ou aliados, como Santa Catarina (PSB) e Distrito Federal, a violência da PM contra manifestantes tem sido absurda. São reprimidos à base de cassetes, bala de borracha e gás lacrimogênio.

A juventude forma a maioria dos manifestantes. Há jovens feridos gravemente.

Em São Paulo, uma estudante universitária perdeu a visão do olho esquerdo, atingido por estilhaços de bomba na noite do dia 31. Déborah Fabri tem 19 anos, e integra o coletivo Levante Popular da Juventude.

O movimento divulgou nota exigindo a identificação e a punição dos responsáveis, além da assistência necessária à vítima – compartilho ao pé desta postagem.

Dois fotógrafos foram espancados e presos, um teve seu equipamento destruído. Em Florianópolis, uma estudante de Ciências Sociais teve a cabeça aberta a cassetetadas.

Em Brasília, os manifestantes percorreram a Esplanada dos Ministérios em paz, mas foram recebidos com violência abusiva na rodoviária do Plano Piloto.

Confira os vídeos dos coletivos Jornalistas Livres e Mídia Ninja, em sequência:

 

 

 

É essa a imagem de “civilidade” que o desgoverno golpista quer passar para o mundo. Pronto, está conseguindo.

E os vândalos são os manifestantes na narrativa da mídia venal e golpista. A liberdade de expressão para o PIG só pode ser exercida para dizer mentiras travestidas de informação.

A Polícia Militar exerce agora o papel para o qual foi gestada. Cria da ditadura, no governo militar que chocou 21 anos no poder, foi mantida na redemocratização. Talvez porque nunca se sabe quando o Brasil vai parir um novo golpe, e aí está.

Podem dizer que o comando da PM é responsabilidade dos governos estaduais, e é verdade. Só que, desde a usurpação, os estados com governos aliados do desgoverno golpista repercutem o modus operandi do atual ocupante do Ministério da Justiça, Alexandre Moraes.

Ex-secretário de Segurança Pública de São Paulo, foi advogado do PCC, tem em sua ficha, por exemplo, a barbárie de Pinheirinhos. Quem o conhece sabe que se trata de um déspota sádico, e patético. Foi dele a “invenção” do terrorismo às vésperas das Olimpíadas.

Quem é mesmo o terrorista!?

Eis a nota do Levante Popular da Juventude, na íntegra:

Em São Paulo, manifestantes vivem rotina de truculência policial, mas não saem das ruas - Foto:M[idia Ninja
Em São Paulo, manifestantes vivem rotina de truculência policial, mas não saem das ruas – Foto:M[idia Ninja
Nota de solidariedade à militante do Levante Popular da Juventude Deborah Fabri

Na noite de ontem, 31 de agosto de 2016, milhares de jovens saíram às ruas de diversas capitais para protestarem e expressar todo seu repúdio ao golpe parlamentar que destituiu a presidenta legítima, Dilma Rousseff, colocando em seu lugar o golpista e usurpador, Michel Temer.

O Levante Popular da Juventude esteve presente em diversas destas manifestações, somando-se ao coro Não ao Golpe, Fora Temer!

Praticamente todas as manifestações ocorreram fortes reações da polícia militar, que agiu de maneira desproporcional, violenta e brutal, reprimindo e agredindo os manifestantes. Em São Paulo, na esquina da rua Caio Prado com a rua da Consolação, mesmo lugar onde ocorreu o massacre de 13 de junho de 2013, a militante do Levante Popular da Juventude, Deborah Fabri, estudante da Universidade Federal do ABC (UFABC), foi atingida por um estilhaço de bomba no rosto, ferindo seu olho esquerdo.

Deborah foi hospitalizada e passa bem, perdeu a visão do olho esquerdo! Isso é inaceitável! Prestamos toda nossa solidariedade à ela e seus familiares e afirmamos que não descansaremos até que os responsáveis sejam punidos e ela disponha de todo a assistência necessária.

Repudiamos veementemente a ação da Polícia Militar do governador Geraldo Alckmin. Exigimos apuração, identificação e punição dos responsáveis imediatamente.

Essa é a marca desse governo ilegítimo e desse golpe: violência, truculência e autoritarismo. Não toleram a democracia, a liberdade de expressão, a soberania popular. Querem nos tirar tudo, desde os nossos direitos à nossa voz: não permitiremos!

Michel Temer e seu governo não nos representa, muito menos irá nos intimidar. Tomaremos todas as medidas judiciais e políticas cabíveis. Lutaremos e resistiremos em todas as trincheiras!

Seguiremos nas ruas, na luta contra esse golpe! Convocamos todos e todas a ocuparem as ruas!

Fora Temer!

Coletivo Nacional de Comunicação do Levante Popular da Juventude

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s