Não se mata por amor, mas por instinto de posse

por Sulamita Esteliam Singular a postura do juiz, Leandro Bittencourt Cano, na formulação da sentença que condenou a 20 anos de prisão o policial militar reformado e advogado, Mizael Bispo, pelo assassinato da jovem advogada Mércia Nakashima, sua ex-namorada, em 23 de maio de 2010. O julgamento, o segundo transmitido ao vivo no país, foi … Mais Não se mata por amor, mas por instinto de posse