Chove baixaria, sobra desespero

Lula inaugura estrada de ferro em Tocantins, e parte pra cima da mídia golpista - foto do Blog Amigos do Presidente

Por Sulamita Esteliam

Tome um antiácido: o assunto desta quarta é o acirramento da baixaria da mídia golpista. Nesta quinta, 23, às 19 horas, tem Ato Contra o Golpismo Midiático e Em Defesa da Democracia, no auditório do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo. É convocado pelo Centro de Estudos de Mídia Barão de Itararé. Representantes das principais centrais, partidos políticos e movimentos sociais confirmaram presença. O evento virou notícia na velha mídia, como sempre, distorcida: o ato teria sido convocado pelo PT.

Em contraposição ao ato político convocado pelas esquerdas, a direita também se mobiliza: convocou ato e lançou manifesto, nesta quarta, em São Paulo; uma espécie de “Cansei”, o retorno; ou se preferem, tosca reedição da Marcha da Família com Deus, de 1964.  O gancho é nova postura de Lula, que resolveu denunciar as manipulações grosseiras de que ele, seu governo e Dilma vêm sendo alvo – assista ao vídeo.

********************************************

Na leitura da velha mídia, o presidente da República viola a liberdade de imprensa e expressão.  A agência Carta Maior fez um rol especial da virulência golpista do dia. Transcrevo:

Dispositivo midiático lança ordem unida

Editorial do Estadão, 21/09: “… sem o menor pudor Lula alimenta no eleitorado de baixa renda e pouca instrução – seu público-alvo prioritário – o sentimento difuso de que quem tem dinheiro e/ou estudo está do “outro lado”, nas hostes inimigas. Mas a verdade é que o paladino dos desvalidos nutre hoje uma genuína ojeriza por uma, e apenas uma, categoria especial de elite: a intelectual, formada por pessoas que perdem tempo com leituras e que por isso se julgam no direito de avaliar criticamente o desempenho dos governantes. Por extensão, uma enorme ojeriza à imprensa….”

Arnaldo Jabor, 21/09: “… Lula não é um político – é um fenômeno religioso. De fé. Como as igrejas que caem, matam os fiéis e os que sobram continuam acreditando. Com um povo de analfabetos manipuláveis, Lula está criando uma igreja para o PT dirigir, emparedando instituições democráticas e poderes moderadores.(…)A única oposição que teremos é o da imprensa livre, que será o inimigo principal dos soviéticos ascendentes. O Brasil está evoluindo em marcha à ré! Só nos resta a praga: malditos sejais, ó mentirosos e embusteiros! Que a peste negra vos cubra de feridas, que vossas línguas mentirosas se transformem em cobras peçonhentas que se enrosquem em vossos pescoços, e vos devorem a alma. Os soviéticos que sobem já avisaram que revistas e jornais são o inimigo deles. Por isso, “si vis pacem, para bellum”, colegas jornalistas. Se quisermos a paz, preparemo-nos para a guerra…”

Caetano Veloso, 20/09: “É como se fosse assim uma população hipnotizada. As pessoas não estão pensando com liberdade e clareza…”

Merval Pereira, Globo, 21/09: ” … popularidade de Lula hoje lhe dá essa sensação de poder absoluto. Daí a desqualificar a grande imprensa e querer influenciar diretamente o eleitorado, sobretudo o das regiões mais pobres do país, através dos programas assistencialistas, e a tentativa de controle da mídia regional através de verbas de publicidade.[…] Para os que não se submetem a essa política, fica cada vez mais evidente que um eventual governo Dilma vai tentar aprovar no Congresso uma legislação especial que permita o controle dos meios de comunicação através dos mais diversos conselhos, o chamado controle social da mídia, a exemplo do que já acontece na Venezuela de Chávez e a Argentina dos Kirchner está tentando. A reação desmesurada da candidata oficial a uma reportagem do jornal Folha de S. Paulo que mostrou problemas em sua gestão à frente de uma secretaria no governo do Rio Grande do Sul dá bem a medida de sua tolerância à livre circulação de notícias críticas..”

********************************************

Sem proposta crível – num debate no Recife, dia 20, transmitido para todo o Nordeste, o Zé chegou a dizer que vai conceder 13º do Bolsa Família -, só resta a seus cabos eleitorais aumentar o tom das denúncias, sem provas; e partir para o vale-tudo, na desesperada tentativa de virar o jogo.  A proporção é inversa ao avanço do Zé nas pesquisas.

Tem razão o jornalista Luis Nassif, quando desabafa, como fez hoje, logo no início da tarde: “Há um radicalismo tão entranhado no ar, em alguns segmentos da mídia e de setores de classe média – insuflados diariamente pelos jornais – que o clima é quase igual ao dos anos 60. Um horror! Ainda bem que o quadro político é diferente.”

A comparação com a década de 60 está em todos os blogues independentes, que a tropa de choque da tucanada e o Zé chamam de “sites do PT”. Paulo Henrique Amorim, do Conversa Afiada, lembra, ao reproduzir postagem do blogue Amigos do Presidente Lula, que “os tempos são outros, hoje tem internet”.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s