100 mil pessoas aclamam Lula no Recife

Por Sulamita Esteliam
Lula foi aclamado pela multidão como "guerreiro do povo brasileiro". Foto: Ivaldo Bezerra/PT-PE

Perdi a festa do povo para Lula e Dilma na tarde desta sexta no Recife. “Um espetáculo lindo e histórico”, na definição de Fernando Ferro, líder do PT na Câmara, no tuíter. Debaixo de chuva, “100 mil pessoas apaixonadas, vibrando com Lula e cantando Dilma lá! (…) Meninos, eu vi”.

Esta blogueira não viu. O dia foi mais complicado do que o normal. Não tive como me arrancar de Boa Viagem para o Centro. Artimanhas da vida, fazer o quê.

Lula ouviu a multidão cantar “parabéns para você”- foi aniversário dele dia 27 – quando o carro aberto que levava o presidente da República, o governador, senadores eleitos e deputados, passou sobre a Ponte Duarte Coelho. A ponte liga os bairros Boa Vista e Santo Antônio, no Centro do Recife. Quem descreve é o repórter Ed Ruas, do Portal Terra. Um coro de milhares e milhares o aclamou: “Lula, guerreiro do povo brasileiro”, relata.

****************************************

A campanha chega, enfim, aos seus lances derradeiros: só falta uma edição do Jornal Nacional, pós-debate – sem surpresas e arranhões -, mais uma capa da Óia e as pesquisas de véspera. Fiquemos de olho, pois!

Aqui a agenda para o Grande Recife neste sábado.

***************************************

Transcrevo a matéria sobre a caminhada histórica, via sítio Dilma 13 em Pernambuco:

Mais de 100 mil pessoas fazem festa para Lula no Recife

O centro do Recife parou para ver o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desfilar em carro aberto no último grande ato da campanha de Dilma Rousseff no estado, no final da tarde desta sexta-feira (29). De acordo com a Polícia Militar, mais de 100 mil pessoas tomaram conta das ruas.

Nem a chuva que caiu durante todo o percurso, cerca de 3 km, esfriou o entusiasmo da multidão, que fez um verdadeiro carnaval para receber o seu líder mais popular, com direito a orquestras de frevo, fantasias, pernas de pau e inúmeras bandeiras que transformaram a caminhada, da praça Oswaldo Cruz até o Largo do Carmo, numa enorme onda vermelha.

A caminhada começou as 17h15, quando o presidente chegou à praça Oswaldo Cruz. Em coro a multidão começou a gritar: “Lula, guerreiro do povo brasileiro!”. Lula subiu em uma caminhonete junto com o governador Eduardo Campos (PSB), os senadores eleitos Armando Monteiro (PTB) e Humberto Costa (PT), o coordenador da Campanha de Dilma em Pernambuco, João Paulo (PT), o prefeito em exercício do Recife, Milton Coelho (PSB), o presidente da Assembléia Legislativa, Guilherme Uchoa (PDT), e o líder do PT na Câmara, Fernando Ferro (PT).

Na entrada da Av. Conde da Boa Vista, uma enorme bandeira vermelha agitada pelos militantes dava a dimensão do entusiasmo da multidão. Nas paradas de ônibus, nas janelas dos prédios e em todos os lugares as pessoas queriam ver de perto o operário que mudou os rumos do país. Quem não tinha bandeiras improvisava outros tipos de adereços vermelhos. Durante o percurso, o presidente recebeu dos populares dois buquês de flores, um chapéu de couro, uma sobrinha de frevo e uma bandeira do Brasil.

Em alguns momentos Lula quebrou o protocolo para apertar a mão de várias pessoas. A dispersão aconteceu uma hora depois do início da caminhada, às 18h15, no Largo do Carmo, com muitos fogos de artifício. O presidente foi direto para a base aérea, de onde seguiu para São Paulo a fim assistir o último debate dos presidenciáveis nesse segundo turno.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s