O que move as guerras

Recebi o acesso ao vídeo abaixo com a recomendação “assista antes que retirem do Youtube”. Trata-se do discurso-relato de Mike Prysner, soldado estadunidense veterano da guerra do Iraque. Fala sobre o que motiva a guerra.

A propósito, Carta Maior, em texto de Marco Aurélio Weissheimer, traz números e análise substanciosos sobre o 11 de setembro – nos Estados Unidos e para os seus alvos desde então; e no Chile pós Allende e sob o comando de Pinochet. Segue um aperitivo.

A matemática macabra do 11 de setembro

A resposta dos EUA ao ataque contra o World Trade Center engendrou duas novas guerras e uma contabilidade macabra. Para vingar as mais de 2.900 vítimas do ataque, algumas centenas de milhares de pessoas foram mortas. Para cada vítima do 11 de setembro, algumas dezenas (na estatística mais conservadora) ou centenas de pessoas perderam suas vidas. Mas essa história não se resume a mortes. A invasão do Iraque rendeu bilhões de dólares a empresas norteamericanas. Essa matemática macabra aparece também no 11 de setembro de 1973. O golpe de Pinochet provocou 40 mil vítimas e gordos lucros para os amigos do ditador e para ele próprio: US$ 27 milhões, só em contas secretas.

Clique para ler a íntegra.

Um comentário

  1. Pingback: Manual Jaurez

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s