‘Como chove em Belo Horizonte’…

por Sulamita Esteliam
Raios durante chuva no Estoril, região Oeste de Beagá - Marcelo Prates

Encontrei em meu correio eletrônico o poema que transcrevo abaixo. Da lavra do querido amigo Carlos Barroso, parceiro de batalhas jornalísticas nos tempos de Beagá. Veio à guiza de saudação de ano novo. E por esses acasos (?) felizes, outro amigo-parceiro da capital das Geraes, Marcelo Prates, postou ontem no FaceBook a foto ao lado. Guardei-as , poesia e foto, para um fim de semana apropriado. Pilhagem com a conivência dos autores.

Atualíssimo. Os acontecimentos atmosféricos que se repetem na capital das Alterosas, nas Minas Gerais inteira e estados vizinhos, a cada estação quente, o provam – com o respaldo das análises metereológicas, aqui para quem requer explicações científicas.

Sina sudestina, na migração do velho para o novo e soluços posteriores, e que no Nordeste se dá no meio do ano, no outono-inverno – nesse caso, muita água, mas quase sempre sem raios, trovoadas ou granizos; estes aqui nunca vi.

Ao poema do Barroso, então:

Belo Horizonte

suas ruas lavadas brilham

a distância

entre a infância

e a explosão de uma vida

que mesmo cosmopolita

nunca conheceu a exuberância

mais ávida

do que simplesmente

ambígua

nunca pôde, por si

expressar suas cores

ante o cinza

que respinga

de suas esquisitices

centenárias

como Belo Horizonte brilha

como chove em Belo Horizonte

(Carlos Barroso – 05/12/2009)

****************************************

PS: Meu amigo poeta me envia mensagem sobre a grafia do seu sobrenome, que corrigi novamente, de imediato, na postagem acima. E digo, bem que estranhei, mas a dúvida vinha da memória de tempos idos, então… hehe:

Caríssima Sula,
adorei o blog; vou segui-lo sempre.
só uma correçãonzinha: por bobagem que ficou, coloquei meu endereço do hotmail com “barrozo”, para não ficar carlosbarroso24@hotmail.com,carlosbarroso69@hotmail.com (hehehere…) ou outro número que valha. Mas meu nome mesmo é “Barroso”. 
Fiquei arrependido (recebo até correspondência como “Barrozo”), mas não tenho saco para mudar; avisar todo mundo, coisa e tal.
Se você poder mudar ou, se interessar, até postar a minha explicação no blog, ficarei muito grato.
Beijos,
xerô (é assim?)
Carlos Barroso.

****************************************

Revisto e atualizado dia 30.01.2012, às 19:41, hora do Recife


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s