O Recife é um palco de dança

por Sulamita Esteliam

Já será sábado quando eu terminar esta postagem. Mas é vital dizer que está nas ruas, nos parques, nas praças e teatros do Recife a 17ª edição do Festival Internacional de Dança do Recife; a partir desta sexta, 19. São mais de 200 artistas locais, regionais, nacionais, internacionais. São nove dias e 40 espetáculos com companhias das cinco regiões do Brasil e mais Espanha, França, Holanda e Portugal. E mais oficinas de dança nas RPAs – Regiões Político-Administrativas e espaços para novos coreógrafos na Plataforma Novos Criadores na UFPE.

Há vários espetáculos gratuitos e alguns para os quais se cobra ingresso, ao preço simbólico de R$ 5,00. Os teatros Hermilo Borba Filho, Apolo, Santa Isabel, Barreto Júnior, Luiz Mendonça (Parque Dona Lindu-Boa Viagem), Arraial e Milton Bacarelli abrigam as intervenções pagas – ingresso à venda duas horas antes de cada apresentação. E mais a liberdade de locais como o Parque da Jaqueira, a esplanada do Parque Dona Lindu, Praça do Diário entre outros polos espalhados pelos Recife afora.

Ano passado, o homenageado foi o multiartista Antônio Nóbreg – assista ao vídeo:

 

Este ano é a vez de Maria Costa Rêgo, do Grupo Grial de dança, que completa 15 anos. O vídeo abaixo, que também capturei no Youtube, é do espetáculo Frever, dirigido por ela em 2010, e que conta a história do frevo:

A programação completa do XVII Festival está aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s