A redução da conta de luz e faces da cidadania

por Sulamita Esteliam

Claro que estou feliz com a redução na conta de luz, como todo mundo – menos “os semnpre do contra”, como apontou a presidenta Dilma Roussef em pronunciamento em cadeia nacional, na noite da quarta-feira, 23.  Só vi, ouvi e li, hoje, através da repercussão da blogosfera, pois, como todos devem saber, continuo avessa à tal da televisão. Foi um cala-boca e tanto para quem achava que podia puxar-lhe o tapete com catastrofismos e outras alegorias fantasmagóricas. A firmeza e a competência de Dilma, também, me faz contente.

Reproduzo o vídeo, até para registro histórico:

Como bem resume meu companheiro, “matou a pau!”.

No entanto, por essas ironias da vida, agora à noite, na limpeza da minha caixa de correio eletrônico, sempre atulhada de mensagens, deparei-me com um acesso repassado pelo grupo Encontro Nacional de Blogueiros, via #RioBlogProg. Leva a um teaser  (provocação, em inglês – recurso de marketing para chamar a atenção para uma campanha) de documentário Palavra de Índio, produzido por André Lobão durante a Cúpula dos Povos, na Rio + 20, em julho.

É uma das faces da moeda do desenvolvimento sobre a qual, na modesta visão desta reles blogueira, é importante refletir. Fez-me lembrar o recado de Lula aos movimentos sociais, ao assumir a Presidência da República. Algo do tipo “façam a sua parte, mantenham-se mobilizados”,em livre associação.

Não, não sou “do contra”. Pertenço ao time dos que acreditam que não há cidadania na cegueira e na imobilidade.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s