Sexta-feira, 13: pela democracia e contra o golpismo

por Sulamita Esteliam

13 de marçoSexta-feira, 13 é dia do ensaio geral em defesa dos direitos dos trabalhadores, da Petrobras, do plebiscito oficial pela reforma política que bote fim no financiamento privado de campanha, pela democracia e contra o golpe.

Em São Paulo, no Rio, em Belo Horizonte, em Brasília, Porto Alegre, Fortaleza, Rio Branco, no Recife, em todas as capitais por todo o Brasil. A convocação é da CUT Nacional e demais centrais sindicais, apoiadas pelos movimentos sociais.

Aqui, em terras pernambucanas, os manifestantes vão madrugar: a concentração está marcada para as 7:00 horas, no Parque 13 de Maio. De lá, saem em caminhada até a Av. Guararapes, no centro da cidade. Em Beagá, o encontro se dá na Praça Afonso Arinos, junto à Faculdade de Direito da UFMG, às 16:00 horas.

O ato público na Av. Paulista, no vão do Masp, será transmitido ao vivo; a partir das 15:00 horas, no Portal da CUT. A mobilização começa pelas redes sociais, com tuitaço a partir das 11:oo horas: #Dia13DiadeLuta.

Clique aqui para ver local e hora da manifestação em sua cidade.

O mote a mobilização foi dado nesta quinta, 12 de março de 2015, por João Pedro Stédile, coordenador do MDT. e, ato, defesa da Petrobras em Porto Alegre/RS:

“— Engraxem as botas e as chuteiras, que o jogo só está começando. Quem não tiver barraca compre uma. Compre um tênis. Estamos aqui no vestiário, só nos preparando.”

Está no Conversa Afiada, a partir do Tijolaço. Stédile comparou a conjuntura política s 1964, quando Brizola coordenou a Cadeia da Legalidade para garantir a posse de Jango João Goulart após a renúncia de Jânio Quadros.

Prometeu “colocar o povo na rua”, para garantir que o país faça as reformas necessárias. E pediu a Dilma que “não se acovarde” diante da pressão de setores “que querem tomar o poder no grito”.

Como se sabe, há uma convocação, via redes sociais, e trombeteadas aos quatro ventos pela mídia venal, de manifestações pró-impeachment da presidenta Dilma Roussef. Até as pedras sabem de quem parte a iniciativa.

No outras palavras encontro artigo importante sobre  Quem está por trás do protesto do dia 15. É assinado por Antônio Carlos, que detalha as conexões, ou quem as financia.

Um dos vértices é o EPL – Estudantes pela Liberdade, grupo, segundo o autor, “financiado por corporação petroleira norte-americana que ataca direitos indígenas, depreda ambiente e tem interesse óbvio em atingir a Petrobras”.

Um dos garotos citados no texto, entretanto, nega o envolvimento, pediu e teve a retratação publicada no mesmo sítio.  Na mídia alternativa é assim que se faz.

Antônio Martins, jornalista que edita o Outras Palavras, entretanto, revela o “elo principal” do movimento, que, digamos, “alimenta a meninada” – ideológica e financeiramente. Trata-se do carioca  Hélio Beltrão Filho – do ex-ministro da ditadura, Hélio Beltrão, e irmão da jornalista global Maria Beltrão. Tudo a ver.

Enfim, “Os meninos do golpe”, na definição do Escrevinhador, Rodrigo Viana, tem raízes fincadas no pântano que ajudou a sustentar, logística e financeiramente, os porões da ditadura que sufocou o Brasil por 21 anos.

Podem se manifestar à vontade, já disse a presidenta Dilma Roussef. É da democracia. Só não pode quebrar as regras do jogo.

Não passarão.

A presidenta Dilma em meio às trabalhadores e os trabalhadores do Porto do Futuro, no Rio de Janeiro,  onde entregou obras de expansão nos terminais privados, na manhã desta quinta - Foto: Roberto Stuckert Filho/PR/Fotos Públicas
A presidenta Dilma em meio às trabalhadores e os trabalhadores do Porto do Futuro, no Rio de Janeiro, onde entregou obras de expansão nos terminais privados, na manhã desta quinta – Foto: Roberto Stuckert Filho/PR/Fotos Públicas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s