Margaridas marcham por igualdade e democracia

por Sulamita Esteliam
As Margaridas seguem em marcha - Foto: Marcelo Casall- Agência Brasil/2011
As Margaridas seguem em marcha – Fotos: Marcelo Casall- Agência Brasil/2011

Um dos movimentos sociais mais bonitos e emocionantes deste nosso país ocupa Brasília a partir desta terça-feira, 11. Trata-se da Marcha das Margaridas, tida e havida como a maior manifestação pelo direito das mulheres da América Latina, quiçá do mundo.

A Contag – Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura organiza a marcha, que este ano deve reunir 70 mil mulheres na capital federal. Sua quinta edição ocorre num momento especialmente delicado da nossa conjuntura política. Exatamente por isso, reveste-se de importância redobrada.

É o Brasil profundo e fértil que estará nas ruas da capital federal – trabalhadoras rurais, da floresta, indígenas, ribeirinhas, quilombolas. Em defesa da sustentabilidade, da segurança alimentar, da justiça, da igualdade, da liberdade e da democracia.

Contraponto vital à aridez conservadora, raivosa e golpista, inoculada, cotidianamente, pela mídia venal e pela oposição inconsequente e irresponsável. Não passarão.

As Margaridas carregam a pauta  das necessidades das mulheres do campo, centradas no imperativo do combate à violência de que são alvo e do uso de agrotóxicos. Mas, também na reivindicação de reversão das políticas que entravam o desenvolvimento econômico e põe em risco o emprego e a renda.

Esperam do Governo Federal compromissos nesse sentido.

O movimento espera que presidenta Dilma assuma compromissos com o atendimento da pauta das mulheres do campo
O movimento espera que presidenta Dilma assuma compromissos com o atendimento da pauta das mulheres do campo

A exemplo da marcha passada, contam com a presença da presidenta Dilma Roussef no encerramento do encontro. O que deve ocorrer na tarde da quarta-feira, 12, na Arena Mané Garrincha – clique para saber mais, também aqui.

O ex-presidente Lula também é convidado, e estará com as Margaridas às 18:30, horário previsto para o encerramento da marcha e abertura dos debates.

A propósito, está no ar até a sexta 14, pela Rádio MEC AM do Rio de Janeiro, o rádiodocumentário Marcha das Margaridas – até que todas sejamos livres. O programa é produzido e apresentado pela  amiga Denise Viola em seu Planeta Lilás, sempre às 10:30 horas.

A primeira edição foi ao ar nesta segunda-feira. Vale à pena conferir. Eis o acesso: http://radios.ebc.com.br/planeta-lilas/edicao/2015-08/marcha-das-margaridas-entenda-o-que-e-quem-sao-elas

 


3 comentários sobre “Margaridas marcham por igualdade e democracia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s