PF impede assessor do Papa Francisco de visitar Lula

por Sulamita Esteliam

Juan Gabrois é assessor para Assuntos de Justiça e Paz do Papa Francisco. Está dentre suas atribuições visitar pessoas em nome do sumo pontífice da Igreja Católica. tinha agendado para esta segunda, 11 de junho, uma visita ao ex-presidente Lula, prisioneiro político em Curitiba. Foi barrado pela Superintendência da Política Federal, sob o argumento de que não é líder religioso, “não é padre ordenado”.

Depois de muitas batalhas. e vetos a visitantes como Leonardo Boff e o Nobel da Paz, Adolfo Perez Esquivel, as segundas-feiras estão reservadas a visitantes que prestam o que se convencionou chamar de “assistência espiritual”.  É direito garantido em lei e em todas as convenções internacionais sobre direitos humanos.

Todavia, o consultor papal serve aos desígnios do líder máximo dos católicos. Mas não passa no crivo da inquisição curitibana. O rosário que ele trouxe para Lula, presente do papa, será entregue pelos carcereiros.

Gabrois disse que é a primeira vez que se depara com objeção semelhante. O que o deixa trite e ainda mais convencido com a perseguição política de que o ex-presidente é alvo, e mais preocupado com os destinos e a qualidade da democracia brasileira.

“Por aqui, no Brasil, utilizam as instituições para destruir as próprias instituições, calando vozes dissonantes. Cercearam minha função de entregar um rosário, mandar uma mensagem do Papa. Impedem, assim, que Lula se comunique com pessoas de todo o mundo que veem com muita tristeza essa situação injusta que está acontecendo com ele.”

Disse mais:

“Estão também cerceando o direito de povo brasileiro, de poder escolher quem ele quiser para presidente.  Este é um golpe preventivo, antecipado, com políticos corruptos, Justiça parcial e com a ajuda dos meios de comunicação.”

Desnecessário agregar comentários.

Assista ao vídeo com a entrevista, e, frente à sede da PF.

Em tempo: note que, no início da entrevista, tem um microfone com a logo da Globo bem visível. Depois das críticas não poupadas na fala do entrevistado, o repórter, certamente orientado remotamente, gira p microfone para que apareça a logo da repetidora local. Significa que, muito provavelmente, quem liga a Plim-plim não saberá o que houve na PF de Curitiba, neste início de semana.

A lembrar as palavras do Papa Francisco, em maio último:

“Criam-se condições obscuras para condenar uma pessoa. A mídia começa a falar mal das pessoas, dos dirigentes, e com a calúnia e a difamação essas pessoas ficam manchadas. Depois chega a Justiça, as condena, e no final, se faz um golpe de Estado.”

Depois da entrevista, Gabrois visitou e falou à Vigília Lula Livre., que se mantém na resistência a 100 metros da sede da Polícia Federal, no Bairro de Santa Cândida.

O DCM publica um perfil do emissário do Papa Francisco, jovem articulador dos encontros do chefe da Igreja Católica com movimentos sociais mundo afora.

Para os renitentes, que criticam a mistura de fé e/ou religião com política, deixo outro vídeo com trecho de outra entrevista, desta feita do Frei Betto respondendo ao médico multimídia, Drauzio Varella:

*******

Com Agência PT e Lula.com.br


Um comentário sobre “PF impede assessor do Papa Francisco de visitar Lula

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s