A resistência e a coragem nos versos de Hyanna da Cunha

por Sulamita Esteliam

Por que hoje é sábado, e enforquei a sexta na resistência de seguir o noticiário, vamos de poesia.

Poema contemporâneo, intenso, vibrante, necessário.

Poesia com a força da mulher, de alma transbordante e de cabeça solta no vento e no tempo.

Mulher que sabe o poder da palavra oportuna, do verbo presente e do verso.

Hyanna da Cunha, que tenho a alegria de conhecer desde menina. Direto da capital das Gerais.

Poeta, compositora, cantora, youtuber.

Para ver e ouvir o que ela produz acesse: Hyanna Solta o Verbo – Poesia & Toda Arte.

Da resistência e de sua coragem

(Hyanna da Cunha)
 
Do esgoto da burguesia
Se erguem falsos profetas
E paus-mandados
Que querem 
Lavar a sua mente,
Que querem
Apagar a sua essência.
 
Marcha a intolerância
Desfilando novamente
Pelas ruas
Que foram pavimentadas
Pelo sangue 
Do índio, do negro,
Do trabalhador
E dos sem-nome.
 
Mas tem gente aqui.
Tem gente viva aqui.
Vai vir com armas 
E com tanques?
A gente não está estanque.
 
A resistência
Tá de olho em vocês.
A resistência tá de olho
Em vocês.
 
Os braços aqui
São curtidos pelo trampo
E as ideias aqui
São garimpadas
Com ideologia 
Da minoria forte.
 
A resistência
Tá ligada em vocês.
A resistência tá ligada
Em vocês.
 
Vocês não vão
Calar o povo não.
A arte vai gritar
Nossa verdade.
 
A gente não escolheu 
Esse cenário todo.
Mas não estamos dormindo
E nossa arma 
É a nossa coragem,
E nossa arma 
É a nossa verdade.
 
A resistência
Não tem medo de vocês.
A resistência não tem medo 
De vocês.
 
Somos muitos
E sabemos quem somos:
Somos um,
Quem são vocês?
 
A resistência
Não tem medo de vocês.
A resistência não tem medo 
De ninguém.
 
E se vamos morrer
Vamos morrer um pelo outro.
Vamos morrer lutando
E não sob tortura.
Vamos morrer lutando
E não sob tortura.

3 comentários sobre “A resistência e a coragem nos versos de Hyanna da Cunha

  1. Uma única palavra: gratidão.
    O reconhecimento vindo de uma mulher talentosa, autêntica e guerreira como você faz de mim uma aprendiz mais determinada na senda da resistência.
    Forte abraço, Sula! “Tamo junto”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s