MEMÓRIA: O melhor do fotojornalismo

A "menina tinhosa" e o general - Guinaldo Nicolaievsky, BH-MG,1979

Por Sulamita Esteliam

Em tempos de intolerância e manipulação midiática, agradeço a Ana Helena Tavares, no Facebook,  a lembrança da foto de Guinaldo Nicolaievsky, meu saudoso amigo, que habita as estrelas. Trabalhamos e militamos juntos em Beagá, na década de 80 até o início dos anos 90, quando migrei para Brasília.

À época da foto ao lado, que capturei no Images&Visions, do também mineiro, Fernando Rabelo, ele era fotógrafo de O Globo, que não a publicou. O Guinaldo a enviou para outros veículos, e ela foi publicada até no exterior. Foi tirada em 1979, ano da anistia, durante a visita do gal-presidente a Belo Horizonte para lançar o carro a álcool, da Fiat. O governo do estado convocou os alunos das escolas públicas a demonstrar seu amor à pátria. Selecionaram alguns mais arrumadinhos, dentre eles, a garota que se recusou a dar a mão ao Figueiredo.

Há pouco mais de dois anos, o PicturalPixel, site sensacional dedicado à fotografia, publicou a foto, com legenda do próprio Guinaldo. O site iniciou campanha, junto com o BRpress, para encontrar a “menina tinhosa” que recusou a mão ao general. Era um desejo do Nicolaievsky, que, então, já estava muito doente.

O repórter fotográfico considerava esta sua melhor foto, dentre milhares que seu olhar havia capturado em 50 anos de fotojornalismo.

A campanha rompeu fronteiras. Aqui foi encampada por vários espaços na internet, como o da Revista Fórum/Blog do Rovai, Maria Frô, BancariosPE, dentre vários. Mas Guinaldo partiu sem reencontrar sua personagem mais famosa. Virou estrela dois meses depois, em 27 de maio de 2008, aos 70 anos, de câncer.

Sim, o PicturaPixel é editado por três fotógrafos: o mineiro Cláudio Versiani e Gilberto Tadday, ambos freelas em NY. E mais Hans Georg,  também free lancer, radicado em Sampa.

****************************************

Guinaldo era fotógrafo dos melhores, além de engajado. Foi um dos fundadores da Arfoc – Associação Nacional dos Repórteres Fotográficos. A foto abaixo, capturada também no PicturaPixel, mostra um batalhão de repórteres fotográficos, Guinaldo ao centro, no Mineirão, em 1987. O clic é de João Noronha, outro amigo querido das Gerais, há tempos errante, como esta escriba. Foi enviada por Fernando Rabelo, que acrescentou texto com requintes de crueldade – para quem, como Noronha e Euzinha, é alvinegro de coração:

“Era numa final emocionante entre Cruzeiro x Atlético no Campeonato Mineiro em 1987 . Os fotógrafos estavam estreando os novos coletes da ARFOC-MG (…) responsável por controlar o acesso de fotógrafos no campo. O Cruzeiro acabou vencendo a partida por 2×0, consagrando-se campeão estadual naquele ano.”

Guinaldo, no destaque, e o batalhão de repórteres fotográficos no Mineirão, 1987. Detalhe: apenas duas bravas mulheres

Ainda assim, foi muito bom matar as saudades de amigos queridos e ex-colegas de trabalho e/ou de militância política e sindical, que há anos não vejo ou sequer tenho notícias. Valeu, Rabelo! Valeu, Noronha!


3 comentários sobre “MEMÓRIA: O melhor do fotojornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s