Dilma e Lula em Pernambuco na reta final

Por Sulamita Esteliam
Carreata percorreu 25 km - foto Ivaldo Bezerra/PT PE

Dilma escolheu o Agreste para agradecer aos eleitores em Pernambuco na última semana de campanha: nesta terça, 26, ela participa de carreata em Caruaru, a partir das 15:30, saindo do aeroporto, informa o Dilma 13 PE. No Recife, é o presidente Luiz Inácio Lula da Silva quem faz o encerramento, em comício previsto para a próxima quinta-feira, no Marco Zero. Domingo último, uma carreata de 25 km animou a militância.

Caboclinho 7 Fechas - foto Sulamita Esteliam

Eu e meu companheiro seguimos a comitiva por cerca de três quilômetros da orla de Boa Viagem. Fizemos o percurso a pé – do Edifício Acaiaca, ponto de encontro da moçada, até o Pina. Emocionante.

Uma brigada cultural aguardava a passagem da carreata: passistas e orquestra de frevo, bloco lírico, grupos de maracatu, caboclinho, coco e samba, bonecos gigantes de Olinda – o melhor da tradição e da alegria pernambucanas.

Antes, esperamos em casa a passagem dos primeiros carros, à frente o abre-alas: com o governador Eduardo Campos (PSB), os senadores eleitos, Humberto Costa (PT) e Armando Monteiro (PTB), o coordenador da campanha de Dilma em Pernambuco, ex-prefeito João Paulo, eleito deputado federal pelo PT e o prefeito do Recife em exercício, o vice Milton Coelho (PSB). Como nós, vários moradores expuseram bandeiras, toalhas e lenços vermelhos para saudar os passantes.

**************************************

A criatividade e a irreverência reinou nos trios elétricos, nas centenas de carros e na rua. Num deles, uma militante carregava no alto da cabeça uma radiografia de cérebro, com antena de bolinha de papel. Outra trazia um pinico à guiza de chapéu e, no colo, uma boneca-bebê trajada de fraldas. Na orla, um grupo manejava pó-de-serra em alusão ao destino do adversário de Dilma Roussef. Torcida é o que não falta.

Pó-de-serra e radiografia de cérebro: humor expõe ridículo - foto Sulamita Esteliam

Na avenida, um ciclista humilde e solitário seguiu a caravana pela ciclovia, com uma bandeirola do PT amarrada ao guidon. Gente de todas as idades se espalhou pelo calçadão com suas bandeiras, camisas, bonés ou, simplesmente, adesivos no peito para mostrar que está com Dilma. Assim como eles, caminhantes identificados com a candidata do PT distribuíam e  recebiam sorrisos, acenos, o sinal do V de vitória.

*************************************

Pena que a chuva, que caiu ao longo de toda a madrugada e boa parte da manhã de domingo, espantou banhistas e barraqueiros da praia. O movimento torna a festa mais animada.

Entretanto, não arrefeceu os ânimos de quem se dispôs a partipar da carreata: de acordo com a Polícia Militar, 5.200 carros e 600 motos fizeram o trajeto de 25 km, a partir da Fábrica Tacaruna, na divisa com Olinda, passando pela Pracinha de Boa Viagem até o Pina.

**************************************

No retorno para casa, encontramos Miró, poeta marginal, como se autodefine, fazendo o percurso inverso: camisa vermelha grafitada, bandeira da Dilma no ombro, ar compenetrado, pés no chão. Chamei-o, abriu largo sorriso, parou e me abraçou: “Minha irmã, que bom lhe encontrar no calçadão, num dia como esse…” E ajuntou: “Fiz todo o percurso da orla a pé. Tem que ser assim: você consegue um voto, ele outro, eu outro – cada voto mais um voto. Eles vão perder, mas nós temos que ganhar voto todos os dias, até o dia 31, e estar alertas até o fim”.

Sábio Miró.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s