Não vai sobrar Recife para a sua gente

por Sulamita Esteliam
2013-02-23 16.41.57
Mural na Comunidade do Coque, em Joana Bezerra: protesto de amor e resistência – SE

Há muita coisa no ar do Recife, para além dos aviões de carreira. Há espigões que assolam a cidade, nos quatro cantos, mais do que o calor escaldante que neste verão faz nossos corpos “frever”, mais do que sempre. E pensar que até a brisa querem nos roubar.

Há espigões por toda parte, e a sanha dos tratores quer fazer da paisagem o refrigério dos apaniguados. Para aqueles menos bem-nascidos, em berços que soçobram no tilintar do vil metal, a eles, o caldeirão do inferno.

Que o diga a boa gente do Coque, sob ameaça de remoção, em curso, para dar lugar a um polo jurídico, que inclui a futura nova sede da OAB PE.

Que o diga a gente distinta da Vila Oliveira, expulsa de seus lares de 30 anos, com título de posse e tudo, tratorados às vésperas do Natal. O que deles foi feito, a mídia não se ocupa mais.

Que o diga o povo guerreiro de Brasília Teimosa, cercado de empreendimentos milionários por todos os lados, a comer pelas bordas o que conquistaram com suor e fibra – há mais de 50 anos. No ritmo em que a coisa vai, em pouco terão que se abrigar no Buraco da Véia, se este conseguir escapar à sina do aterramento.

Que o diga o Bairro de São José, que pode vir a ser encurralado por um paredão de 12 torres, um centro comercial refrigerado e edifícios-garagem, no Cais José Estelita; a lhes tolher a vista, o ar, a identidade histórica. Novo Recife para quem?

O Recife resiste, e há de resistir até o limite. Está no sangue dessa gente.

A comunidade se mobiliza no Coque: “Do Coque não saio. Daqui ninguém me tira”. Reunião comunitárias, mural, passeata, página no Facebook, conexão com o movimento nacional Não saio daqui porque, representação junto ao Ministério Público.

O movimento Direitos Urbanos contra a dúzia de torres colhe seus primeiros frutos, desde o #ocupeestelita e depois da Carta ao Prefeito do Recife. Liminar da Justiça barra o andamento do projeto, a partir de ilegalidades documentadas.

Não à toa, a edição de domingo dos três diários locais veio recheada de “caderno especial” publicitário do consórcio empreendedor do projeto. Doze páginas para vender o maná e tentar esconder a vergonha.

É briga de Davi contra Golias.

Sim, nesta quarta, 27, tem audiência pública na Assembleia Legislativa de Pernambuco para discutir o futuro do Recife.  A partir das nove horas. Dia 07 de março tem outra, na Câmara dos Vereadores, de 9:00 às 13:00 horas.

Capturado no Facebook/Direitos Urbanos
Capturado no Facebook/Direitos Urbanos

*************************************

Outras postagens neste blogue sobre o assunto:

#Ocupeestelita: para barrar a especulação imobiliária

Quando as pessoas e suas vidas são descartáveis

Grilagem reciclada com aval da Justiça

Povo se mobiliza contra o projeto “Novo Recife”

Pinheirinho, Vila Oliveira, Morro da Providência… quantos mais?

**************************************

PS: Ando numa roda-viva sem par. Daí a ausência do blogue desde a última sexta-feira. Tentarei não deixar que se torne rotina. Tudo o mais é trabalho e, em decorrência, cansaço.  Paz e bem.


5 comentários sobre “Não vai sobrar Recife para a sua gente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s