A emoção do vôo literário e a política da leitura

por Sulamita Esteliam
Crianças e jovens de bibliotecas comunitárias na Mostra de Literatura do festival recifense A Letra e a Voz
Crianças e jovens de bibliotecas comunitárias na Mostra de Literatura do festival recifense A Letra e a Voz – Fotos: Andréa Rêgo Barros/PCR, capturadas no Flickr

A Literatura é fonte inesgotável de emoções e rota para vôos pessoais, nas asas da imaginação, ou da própria realidade – ficcionada ou não. Pena que seja uma arte ainda de acesso restrito por estas plagas. Até porque as políticas públicas de leitura acabam por favorecer apenas um elo da cadeia, que são as editoras. As cadeias criativas (escritores) e mediadora (bibliotecas) padecem de inanição. Exceções confirmam a regra.

Livro é artigo de luxo no Brasil, dado o preço, e a falta de estímulo e hábito de se frequentar bibliotecas. As bibliotecas públicas não existem em todo município, e onde existem padecem de estrutura para cumprir seu papel, salvo honrosas exceções. O mesmo se pode dizer das bibliotecas escolares, que deveriam haver em cada escola.

Taí um direito garantido por lei mas que está anos luz da prática. A Lei 12.244/10 determina que até 2020 toda instituição de ensino, pública e privada, tem que ter uma biblioteca. Há uma campanha Eu Quero Minha Biblioteca que busca adesões para tornar a lei efetiva – clique para saber mais e aderir.

As bibliotecas comunitárias são um capítulo à parte. Cumprem, heroicamente, sua missão de democratizar o acesso e ao prazer da leitura literária em luta cotidiana pela sustentabilidade. Há parcerias, mas estão longe de garantir trajetória livre de sobressaltos e sacrifícios.

Conheço este trabalho de perto, pois acompanho, bem ou mal, a Releitura PE – Bibliotecas Comunitárias em Rede da Região Metropolitana do Recife. Reúne 10 bibliotecas da capital, de Olinda, Jaboatão e Abreu e Lima. É um projeto coletivo, com gestão compartilhada, sem perda da identidade de cada biblioteca e da relação com suas respectivas comunidades e entornos. Com todos os desafios que isso, trabalhar coletivamente e em rede, implica.

Funciona à base de voluntariado, projetos das leis de incentivo à cultura e algumas parcerias. Por exemplo, do Programa Prazer em Ler do Instituto C&A, do Centro de Cultura Luiz Freire ou mesmo do Centro de Educação da UFPE.

O ilustrador André Neves em ação, com a mediação da irmã, Elma Neves, também ilustradora convidada
O ilustrador André Neves em ação, com a mediação da irmã, Elma Neves, também ilustradora convidada

No último fim de semana, algumas das crianças e jovens das bibliotecas da Releitura tiveram o sonho ao alcance da mão. Puderam conhecer, conversar e ver de perto artistas que fazem parte do seu dia-a-dia de contato com os livros: os ilustradores, alguns queridíssimos como o pernambucano, radicado em Porto Alegre, André Neves – aqui e aqui.

Momentos de pura magia, proporcionados pelo convite do A Letra e a Voz – Festival Recifense de Literatura,que começou no sábado 17 de agosto e segue, em verdadeira maratona, até 1º de setembro. O evento é realizado pela Prefeitura do Recife e tem apoio da Releitura, via PPL do Instituto C&A, um dos patrocinadores.

No Museu de La Greca, em Parnamirim, Mostra de Literatura, até dia 24, com nomes e renomes do cenário pernambucano e nacional; oficinas variadas da arte de escrever, ilustrar e editar até o dia 30; e, na Praça do Arsenal, dias 31 de agosto e 1º de setembro, o encerramento com a chamada Festa do Livro (leia-se feira) e muita música – aqui a programação completa e tudo que está rolando no evento.

O contato com os livros e a literatura só traz alegria
O contato com os livros e a literatura só traz alegria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s