Primeiro Neto no JN: ‘pergunta difícil não vale’

A Globo
por Sulamita Esteliam

Não perco meu tempo em assistir a Plim-Plim, muito menos o jornalismo conveniente da emissora dos Marinho. De fato, há muito me poupo do desprazer de ligar nos telejornais das emissoras convencionais. Só o faço quando o dever profissional o exige.  No máximo, assisto ao jornal da TV Brasil, emissora pública, vez por outra.

Esse é o lado bom de não ter emprego fixo na área, nem ter de fazer de conta que se exerce Jornalismo. A internet é a minha fonte de informação. Sim, também assino Carta Capital, que me traz a panorâmica do que foi notícia importante ao longo da semana, e reportagem exclusivas, sem a mesmice da pauta única com o enfoque manipulado.

E durante alguns anos recebi a Revista Fórum, que, sendo mensal, se permitia edições temáticas importantes. Aliás, revista que vi nascer, durante o Fórum Social Mundial – assim como a Agência Carta Maior.

Bom, é no Blog do Rovai, diretor e editor da Fórum, que hoje é apenas digital, onde busco o artigo que replico mais abaixo. Reporta à entrevista que o Primeiro Neto ou Aerécioporto concedeu ao Jornal Nacional. E a avaliação do colega blogueiro é de foi jornalística.

Dizem, até, que a dupla de âncoras Bonner/Poeta apertou os calos do candidato tucano. E calos, há de se convir,  não lhe faltam – e o sítio da Forum, com exclusividade, expõe mais alguns.

No que tange à entrevista no JN, pego de surpresa, e desacostumado a questionamentos, o candidato teria tido um desempenho pífio, para dizer o mínimo. Leia a respeito em Carta Capital.

Tomo emprestada a frase da amiga-irmã Eneida Costa, no FB: “Pergunta difícil não vale”.

Quem não deve ter gostado nadica do comportamento global é a Primeira Neta, irmã Andréa Neves. Taí, quero ver ela pedir a cabeça de Willian Bonner e Patrícia Poeta, como costuma fazer com os jornalistas desobedientes em Minas, nos tempos de primeira dama, ontem e hoje- aqui e aqui neste blogue.

A mordaça na imprensa mineira, que cerceia o direito à informação ao povo das Alterosas é, aliás, pauta da edição semanal 159 da Fórum. E isso talvez explique as sucessivas eleições de Aécio e seus acólitos para representar o estado de Minas Gerais local e nacionalmente.

O dito pernambucano cai como luva: “iludido é pior do que doido”.

Há quem, entretanto creia mais em encenação. Um exemplo é o meu querido mestre Paulinho Saturnino. Até para servir de desculpas a eventuais destemperos com a presidenta-candidata Dilma Roussef (PT), a entrevistada da próxima quarta.

Euzinha sigo o mestre: prefiro estar errada. Mas em si tratando da emissora do Jardim Botânico, a dúvida é mais do que cruel – também no Conversa Afiada.

manchetes2Está aí o Manchetômetro da Uerj – Federal do Rio de Janeiro, que não nos deixa mentir: de janeiro ao início deste mês, o JN veiculou uma hora e vinte e dois minutos de notícias negativas sobre a presidenta Dilma e seu governo, contra três minutos de matérias positivas. O placar é de 82 x 3. Parcialidade é pouco.

Como escreve Fernando Brito, no Tijolaço, “o Brasil não tem campanha política, tem pesquisa e mídia”.

*****************

Vamos ao que escreve Renato Rovai.

Aécio foi um desastre na entrevista do Jornal Nacional

por Renato Rovai – Blog do Rovai

O candidato Aécio Neves foi o primeiro entrevistado do Jornal Nacional. Por incrível que pareça a entrevista foi séria e teve perguntas na medida da conjuntura. O único erro de Willian Bonner foi fazer questões muito longas. Mas isso não comprometeu. Por ter sido uma entrevista séria, Aécio teve um desempenho ridículo.

O candidato, por exemplo, agradeceu a Willian Bonner pela pergunta sobre o aeroporto de Cláudio, mas se enrolou inteiro e não conseguiu explicar se um aeroporto ao lado de sua fazenda não valorizaria a área.

Disse que o povo da região sabe da importância do, segundo ele, aeródromo, mas não falou porque ele fica fechado com cadeado.

Patrícia Poeta lhe perguntou se ele não questiona a ação dos governos petistas na área social, por que então mudar. E o candidato disse que porque quem havia feito tudo na verdade era o PSDB. Até a apresentadora deu uma risadinha.

Bonner falou que era estranho ele destacar tanto as ações sociais que tinha feito nos seus governos se Minas Gerais era nona colocada no IDH. E Aécio falou que iria fazer um governo ético e sério.

Bonner disse que especialistas atribuem as melhorias na saúde de Minas a investimentos do governo federal e de municípios. Muito mais do que do governo estadual. Aécio disse que esteve recentemente com um especialista da área de saúde que elogiou seu governo na área. Mas não deu nomes

Poeta perguntou sobre Eduardo Azeredo e Aécio disse que ele ainda não havia sido julgado. Como se o PSDB não tivesse transformado Genoíno e Zé Dirceu em bandidos antes mesmo do julgamento.

Talvez Aécio não esperasse uma entrevista com um nível razoável de seriedade. E surpreendido pelas perguntas, teve um desempenho bizarro.

Quanto mais aparece, Aécio demonstra mais fragilidades. É um candidato fraco. Se Eduardo Campos tivesse um pouco mais de força partidária, seria ele o adversário de Dilma. E não o mineiro. Que cada vez mais se mostra um filho de papai, criado na política pelo avô e que não se furta de dar uma força pro titio utilizando-se de suas atribuições de governador.

PS: Aécio, no momento climax de sua entrevista, quando lhe foi dado o direito de fazer o discurso final, disse que queria governar para gente como a Dona Brenda. Seja quem for a digníssima senhora, neste momento ela deve estar arrependida de ter lhe dito o nome.

 

****************

Postagem revista e atualizada dia 13.08.2014, às 9:15 horas: correções de palavras repetidas e pontuação em diferentes parágrafos; acréscimo do nono e décimo parágrafos, tudo no texto introdutório.


Um comentário sobre “Primeiro Neto no JN: ‘pergunta difícil não vale’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s