Dilma chama a Veja à responsabilidade: ‘passou dos limites’

por Sulamita Esteliam
Laerte
Laerte para o Muda Mais.com

Com meu coração também valente na boca, assisti ao último programa eleitoral de Dilma Roussef, presidenta do Brasil pela TV.  Compartilho ao pé desta postagem. Esperava, e se confirmou, que Dilma, a mulher que lutou contra a ditadura, venceu a tortura e o câncer, não deixaria passar barato a agressão da calúnia que ela e Lula são alvos em mais um estelionato eleitoral da semanal da Abril.

A resposta virá das urnas, e só faltam dois dias. Ah, sim, ainda restam o debate da Globo, hoje à noite, duas edições do Jornal Nacional e do noticioso comandado por Willian Wack e Cristiane Pelágio. Pelo amor,  ninguém merece. Mas Dilma está firme e preparada, ou não poderia governar um país das dimensões e diversidades do Brasil.

capa1Todavia, a Óia! bem que poderia variar o cardápio. É certo que faz tempo ela trocou o Jornalismo pelo terrorismo, a produção de informação pelo esgoto.  Contudo, um pouco de criatividade não lhe faria mal. O roteiro segue o diapasão batido: a Veja mente e a Globo “repercute” em seus telejornais.

É assim há anos, e só piora em época eleitoral, sobretudo, quando as perspectivas de resultado não agradam ao panfleto e seus asseclas. Enchem a boca para falar de mudança e de democracia, mas são eles os arautos do ódio, da calúnia, do preconceito, da discriminação, da manipulação vergonhosa, grosseira e criminosa.

Roberto Civita já bateu com as dez, mas seus herdeiros seguem no lema determinado pelo chefe. Com Lula não deu certo, mas há coisa de três anos a intenção manifesta a um emissário do PT, não do governo, e postada no Twitter pelo ator José de Abreu, era:  “Vou derrubar o governo Dilma”. Está postado no Blog da Cidadania.

E pensar que a semanal da Marginal Pinheiros já foi a mais respeitada do país. Mas isso foi há muito tempo, quando da criação, e enquanto teve Mino Carta, hoje diretor de Carta Capital, esteve seu editor-chefe.

Comentava hoje com meu companheiro, a tristeza imensa ver o que foi feito do jornalismo. Dói ainda mais lembrar-me que o diretor de redação da revista, Eurípedes Alcântara, foi meu colega de faculdade na Fafich/UFMG. O entendimento da cartilha, entretanto, é totalmente diverso.

Dilma está confiante no poder de discernimento do povo brasileiro,  sabe com quem pode contar. Mas disse que vai processar a Veja e seus cúmplices – aliás, o PT e partidos coligados já entraram com sete ações na Justiça contra a revista. Decepcionada ficaria se não tomasse atitude. Frustrados estaremos  todos que acreditam no poder da informação, e na comunicação como direito, se em seu segundo mandato não tomar providências para cessar essa bandalheira.

Defensora “intransigente da liberdade de imprensa”, Dilma ignorou a campanha sem trégua que a mídia venal fez contra ela e seu governo. Seguiu os passos de Lula, que sempre achou poder conciliar água e vinho. Nesses quase 12 anos de gestão, o governo liderado pelo PT alimentou a víbora que lhe destila veneno. Hora de dizer basta!

Não se trata de censura. Liberdade de Imprensa, sim, mas com responsabilidade. Nada além da Constituição, como costuma repetir o colega jornalista Franklin Martins, secretário de Comunicação no governo Lula. Ele deixou pronta uma minuta de Lei dos Meios, específica para a radiodifusão. Ficou na gaveta.

Parece que, finalmente, Dilma, Lula e o PT entendem que a incapacidade dessa gente decodificar a linguagem de “paz e amor” ou mesmo equidade. É preciso suprimir o combustível que alimenta a besta-fera. E em entrevista aos blogueiros, às vésperas do primeiro turno desta eleições, a presidenta admitiu a necessidade de regulação econômica da mídia.

Talvez por isso, tenham vindo com mais sede ao pote. Mas o pote não é de barro. É sustentado por milhões, por cada um dos brasileiros e cada uma das brasileiras que acreditam que o Brasil merece um futuro digno e mais feliz para toda a sua gente.

Esta é a mensagem que fica do programa de #Dilma13presidenta:

 

 

****************

Postagem revista e atualizada às 16:38, hora do Recife: substituição de palavras repetidas e correção de erros de digitação e gramática em diferentes parágrafos.

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s