A farsa do confisco e o confisco da história

por Sulamita Esteliam

caixa-quebrando-mitos_blog (1)Sei que entro atrasada no assunto, estava em pausa de foliã. Mas a boataria sobre um inacreditável confisco da poupança, pela Caixa, que circulou na sexta, 13, continua correndo solta.

Retomo a pauta, por que ainda ontem recebi algumas mensagens de pessoas amigas e também de leitores do blogue com a pergunta: “Vai mesmo haver confisco da poupança?” Alguém chegou a citar um familiar que teria “um amigo que trabalha na Caixa” e que teria alertado sobre o “fato?”

O governo desmentiu, via Ministério da Fazenda, ainda no dia 13. O Ministério da Justiça, de sua parte, determinou que a Policia Federal investigue, “rigorosamente” a origem da tentativa de semear pânico na população.

Quem tem memória lembra: ocorreu o mesmo em relação ao Bolsa Família em 2013. E era mentira, mas a investigação chegou a lugar nenhum.

Boatos são boatos. Surgem de onde e com que propósito? A quem interessa? Eis as questões.

Ora, minha gente, bem sei que quem se informa pela mídia vernal não sabe, de fato, o que se passa no Brasil – a não ser o que há de ruim, quando muito a distorção do que é bom. Até mesmo quando publica a verdade, dá um jeitinho de plantar a dúvida.

Exemplo disso é o portal G1, da Globo, que foi usado na plantação da mentira, e se defende, timidamente, com nota de pé de página.

Mas saibam todos que a Caixa não precisa engordar seu lucro, como aventado, com os recursos dos poupadores brasileiros.

Ano passado, o banco público, responsável pelas políticas sociais do governo, lucrou R$ 7,1 bilhões, 5,5% mais do que em 2013. Somou ativos da ordem de R$ 1 trilhão e 75 bilhões e injetou na economia nacional cerca de 690 bilhões, o equivalente a 13% do PIB, que é a soma de toda a riqueza produzida no país.

Agora, o governo federal facilita a vida dos boateiros e envenenadores de plantão, com uma comunicação tímida, quase letárgica.  O desmentido da Fazenda usa o termo “informações’ que estariam circulando pela mídia social (…) totalmente desprovidas de fundamento (…)”.

Ora, boato não é informação, muito antes pelo contrário. A intenção é confundir e tumultuar.

caixa-2

Devo registrar que o Blog do Planalto, neste caso, acertou o tom: trata boato como tal. O meme que compartilho ao alto foi capturado lá. Particularmente, tenho horror a gerúndio, mas o uso da ferramenta é um progresso.

Já a farsa de tão grosseira é risível: atentado à língua pátria, ao conhecimento institucional (Federação dos Bancos do Estado Brasileiro, por exemplo, inexiste). E também ao bom senso: marca o início do confisco para 17 de fevereiro, terça de Carnaval, quando os bancos não funcionam.

A Caixa não se deu ao trabalho de responder.

A página que divulgou o boato foi retirada do Facebook, mas foi publicada a partir do Paraná e chamava-se Eu odeio Dilma. Amigos blogueiros, como Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania capturaram a imagem.

caixa1

Outra coisa curiosa é que, em 2014, num mesmo 13 de fevereiro, o sítio do PSDB publicou notícia de “confisco de poupança pela Caixa para engordar o lucro do banco”.

Só para esclarecer, confisco que se tem notícia no país são três:

1) Em 1990, no governo Collor, a então ministra da Fazenda, Zélia Cardoso de Mello confiscou a poupança dos brasileiros; salvaram-se alguns privilegiados que tiveram informação de coxia, e puderam transferir o dinheiro para fora do país.

2) A privataria do patrimônio nacional durante oito anos de governo FHC: Vale, CSN, Telebrás, Eletrobrás, por exemplo.

3) A sonegação da informação correta e devida pela mídia venal, desde sempre, mas em particular nos últimos 12 anos.

Sim, agora tentam confiscar nosso direito à democracia, duramente (re)conquistado. Mas não passarão.

***************

Postagem revista e atualizada às 11:09: correç]ao de erros de digitação no 13º parágrafo: “atentado”; substituição de palavra repetida no item 1 do 17º parágrafo: “de coxia” ao invés de “privilegiadas” como no texto original.


Um comentário sobre “A farsa do confisco e o confisco da história

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s