Mobiliação nacional pela democracia e direitos: #ForaTemer

Fora temer 10.06por Sulamita Esteliam

Véspera de mais um protesto nacional, desta vez unificando todos os setores que saíram nas ruas pelo #ForaTemer, desde o início do desgoverno usurpador, provisório e golpista. E já são 420 em menos de um mês.  A resistência se multiplica e se fortifica.

O lema é: nenhum direito a menos. Por óbvio, a retomada do ciclo democrático, com o necessário retorno da presidenta legítima, ora afastada, Dilma Vana Rousseff, e a necessária recuperação das políticas públicas que visam reduzir as desigualdades e promover a cidadania.

Os movimentos sociais e os partidos de esquerda reunidos na Frente Brasil Popular e Frente Povo sem Medo prometem abalar no Brasil nesta sexta-feira, 10 de junho.

Estão convictos de que o golpe é, principalmente, contra os pobres, a classe trabalhadora, as mulheres, os negros, a população LGBT, a juventude. “Qual direito você perdeu hoje?” é pergunta que não pode calar.

Nem a própria presidenta legítima escapa à sanha. Não basta o golpe político que a afasta do cargo. Negam direitos básicos de subsistência pessoal e político, de cidadania.

Primeiro o controle de suas visitas, depois o direito ao uso de aviões da FAB para seus deslocamentos pelo país. Na sequência cortaram o vale-alimentação e suspenderam o clipping que reúne as notícias diárias. Garantias constitucionais jogadas no limbo do golpismo.

Se fazem isso com a presidenta da República, o que não farão comigo, com você?

Taí o desmonte acelerado das políticas sociais e a ameaça ao patrimônio público a mostrar a quem serve o desgoverno provisório.

Aliás, nesta quinta, na UNB, em Brasília, foi lançado o Alerta Social, uma iniciativa de ativistas, pesquisadores, gestores, cidadãos e cidadãs. A ex-ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campelo explica em vídeo gravado pelo coletivo Jornalistas Livres:

Por tudo isso, há manifestações agendadas em todas as capitais e algumas cidades do interior. Brasileiros que moram no exterior e estrangeiros também protestam contra o golpe parlamentar-midiático que afastou a presidenta legítima, Dilma Vana Roussef do comando do Brasil.

No Recife, de onde blogo desde ontem – na terça, fui vencida pelo cansaço e dormi 12 horas seguidas -, a concentração é a partir das 15:00 horas, na Praça do Derby.

Em Beagá, os manifestantes de reúnem na Praça Afonso Arinos, a partir das 17:00 horas, depois seguem rumo à Praça da Liberdade.

No Rio a concentração é na Candelária, no mesmo horário, depois caminhada rumo à Cinelândia. Em Brasília, o protesto parte do Museu da República.

Em São Paulo, o vão do Masp, na Paulista, recebe os manifestantes, também a partir das 17:00 horas. A presidenta Dilma Roussef está na cidade e é aguardada no ato; o ex-presidente Lula confirmou presença.

Confira mais abaixo local e horário da mobiliação em sua cidade – também aqui. Participe e leve seus amigos e vizinhos.

Os protestos Brasil afora, mas sobretudo no Rio e em São Paulo são reforçados por petroleiros e bancários em paralisação nacional por 24 horas em advertência contra os ataques ao Pré-Sal e aos direitos dos trabalhadores nesse desgoverno provisório e golpista.

PROTESTOS ‪#‎FORATEMER‬  – Sexta-feira 10/06/2016

• BRASIL
– São Paulo: 17h, MASP – Avenida Paulista
– Rio de Janeiro: 17h, Candelária até Cinelândia
– Salvador: 16h, Praça do Campo Grande
– Belo Horizonte: 17h, Praça Afonso Arinos
– Fortaleza: 15h, Praça Luis Távora
– Rio Branco: 17h, Estádio Jose de Melo
– Porto Alegre: 17h, Esquina Democrática
– Natal: 16h, Midway Mall
– João Pessoa: 15h, Lyceu Paraibano
– Curitiba: 15h, Praça Santos Andrade
– Belém: 17h, Praça da República até Mercado de São Brás
– Palmas: 16h, TV Anhanguera Tocantins
– Recife: 15h, Praça do Derby
– Brasília: 17h, Museu da República
– Campo Grande: 9h, Praça do Rádio
– Teresina: 16h, Praça Pedro II
– Florianópolis: 16h, Praça Tancredo Neves
– Goiânia: 16h, Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
– Maceió: 10h, Praça Centenário
– Boa Vista: 17h, Praça do Centro Cívico
– Cuiabá: 15h, Praça da República
– Aracaju: 17h, Centro
– Vitória: 17h, Tancredão
– Macapá: 15h, Teatro das Bacabeiras
– Porto Velho: 16h, Praça do Baú
– Uberaba: 17h, Praça dos Correios
– Juiz de Fora: 17h, Praça da Estação
– Pouso Alegre: 18h, Praça Senador José Bento
– Itabuna: 14h, Jardim do Ó
– Niterói: 16h, UFF
– Taboão da Serra: 17h, Patio das Arcadas
– Uberlândia: 17h, Praça Clarimundo Carneiro
– Foz do Iguaçu: 16h, ONO Music Hall
– Maringá: 16h, Praça Raposo Tavares
– Rondonópolis: 17h, Praça Brasil
– Pelotas: 14h, Largo do Mercado Público
– Santa Maria: 17h, Praça Saldanha Marinho
– Divinópolis: 17h, Quarteirão fechado da Rua São Paulo
– Campina Grande: 08h, Praça Clementino Procópio
– Campos dos Goytacazes: 16h, Calçadão
– Mossoró: 11h, Praça da Liberdade
– Ouro Preto: 16h, Praça Tiradentes
– Teixeira de Freitas: 16h, em frente ao DETRAN

• MUNDO
– Lisboa/POR: 19h, Largo do Intendente
– Frankfurt/ALE: 18h30, Goethe Platz, Frankfurt
– Barcelona/ESP: 19h, Plaça de Sant Jaume
– Berlim/ALE: 19h, Plaça de Sant Jaume
– Boston/EUA: 15h, Consulado-Geral do Brasil
– Colônia/ALE: 18h30, Heumarkt
– Paris/FRA: 18h30, Fontaine des Innocents
– Montreal/CAN: 14h, Avenue Greene, Westmount
– Munique/ALE: 18h, Marienplatz
– Amsterdam/HOL: 19h, Het Spinhuis
– Nova York/EUA: 17h, Union Square – Park South Plaza
– Londres/ING(dia 11): 16h30, Old Palace Yard

A presidenta Dilma Rousseff em encontro com intelectuais em Campinas - Foto: Roberto Stuckert/Pública Filho/PR
A presidenta Dilma Rousseff em encontro com intelectuais em Campinas – Foto: Roberto Stuckert/Pública Filho/PR

Enquanto isso, Dilma resiste e persiste. Nesta manhã, esteve em Campinas, São Paulo, no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais, em visita às obras do novo acelerador de partículas, financiado com recursos do PAC, definidos por ela.

Trata-se de tecnologia de ponta, equipamento de alta sofisticação,” indispensável a pesquisas avançadas sobre física atômica, química, biologia e nanotecnologia”. Definição que copio do Fernando Brito no Tijolaço, em texto com enfoque bem peculiar, registre-se.

Pois bem, experimente buscar na rede e verá que nenhum veículo do PIG, exceto o Valor Econômico, e bem mais tarde o G1, da Globo, publicou uma linha em seus sítios eletrônicos. A conferir na edição impressa e televisada.

E olha que a Agência Brasil cobriu o evento, com texto e fotos, como se pode conferir nesta postagem do Portugal Digital.

Depois da visita às obras do Projeto Sírus, Dilma foi recebida pelo cientista Rogério César para um almoço com colegas cientistas e intelectuais.

A Tal Mineira compartilha, da página da presidenta Dilma no Facebook, o  vídeo da visita. Observe o carinho com que ela é recebida por técnicos e funcionários do Instituto Luz, da Unicamp. Imagina se fosse o Temerário!

Sim, Dilma foi a Campinas e de lá para a capital paulista em jato fretado pelo PT.

 

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s