Beagá promove ‘Virada da Resistência Lula Livre’, na Casa do Jornalista

Foto: Ricardo Stuckert
por Sulamita Esteliam

Quem é ou está em Beagá não pode perder a Virada da Resistência Lula Livre, que começa às 18:00 horas desta sexta, 29 e vai até a manhã do sábado 30, na Casa do Jornalista; a minha casa sempre solidária e vanguardista, na cultura e na política. Aliás, sob nova direção, que toma posse esta noite, encabeçada por Kerison Lopes, ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas.

A virada reúne mais de uma centena de artistas e coletivos militantes nas mídias sociais diversos, bem representativos da efervescência cultural da minha Macondo de origem: poetas, músicos, atores, dançarinos e que tais.

O objetivo, segundo o organizador, Edmundo Correia, produtor que administra o Espaço Cultural da Casa do Jornalista, “é provocar um grande diálogo presencial entre artistas e coletivos atuantes nas mídias sociais, tendo como tema principal a libertação do nosso companheiro Lula.”

O evento se propõe a enfatizar a arte como resistência e elo entre as pessoas, em particular os grupos discriminados – negros, gays, lésbicas, trans, alternativos…

Boa oportunidade de se divertir com boa música, atitude cidadã e, de que celebrar São Pedro, que nem que podia dar uma mãozinha com sua habilidade em manusear chaves, portas e portões. O preço do ingresso é simbólico: R$2, bebidas a preço único: R$6.

Em julho, 28, é a vez do Rio de Janeiro. Nos Arcos da Lapa, o Festival Lula Livre reúne artistas do calibre de Chico Buarque. Gilberto Gil e Martinho da Vila. dentre outros artistas e intelectuais. Além dos citados Chico e Martinho, estão na organização do evento o jornalista e escritor Eric Nepomuceno e o teólogo Leonardo Boff.

A convocação vale para “todos os setores democráticos da sociedade, em frente ampla e irrestrita para pedir a imediata libertação de Lula e pelo direito ivunerável de milhões de brasileiros” de votar nele nas eleições presidenciais em outubro. O manifesto ou convocatória está subscrito por 749 pessoas, além dos convocadores – leia a íntegra aqui.

Em maio desse ano aconteceu em Buenos Aires, o Lula Festiva. Milhares de pessoas lotaram a Plaza de Mayo, principal praça da cidade, para reivindicar a liberdade do ex-presidente. O festival reuniu diversos artistas contra os golpes de estado, os enganos do marketing eleitoral e o sistema financeiro.

Toda quinta é dia de visita ao ex-presidente encarcerado por razões políticas na Polícia Federal de Curitiba. A presidenta do PT, senadora Gleisi Hoffmann e o ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação, Fernando Haddad, que coordena a equipe encarregada do programa de governo da candidatura Lula à Presidência da República estiveram com ele neste 28 de julho.

Segundo Haddad, foi uma reunião de trabalho, “de gente com sensibilidade para pensar e buscar soluções para o país”.

Depois de coletiva de imprensa na porta da sede da Polícia Federal, ele e Gleisi anunciaram à Vigília Lula Livre o lançamento oficial da candidatura em agosto, em Brasília.

De preferência com Lula Livre. Mas independentemente disso, confirma Gleisi, haverá o lançamento, “em grande ato”, com a presenta dos movimentos sociais que organizam marcha até a capital federal.

Compartilho os vídeos:


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s