Campanha Lula Livre para o Brasil voltar a ser feliz…

por Sulamita Esteliam

O A Tal Mineira pega carona no Brasil 247 para compartilhar o primeiro vídeo da Campanha Lula Livre. Assista:

Agora, o bonde é o Brasil de Fato. Na impossibilidade de estar presente, o blogue transcreve reportagem sobre o Encontro Nacional Lula Livre, que aconteceu no fim de semana em Tatuapé, São Paulo.

Naturalmente que essa notícia você não lê nem vê nem ouve na mídia convencional, venal.

Mil pessoas, 300 comitês, uma vigília e a luta por liberdade e justiça para Lula

por Juliano Vieira e Pedro Ribeiro Nogueira – no Brasil de Fato

Pessoas de todas as cores, formas e cantos do país caminham pelo Sindicato dos Metroviários de São Paulo, no bairro do Tatuapé. Levantam bandeiras, montam barraquinhas, trocam panfletos, ideias, abraços e sorrisos. É um momento de fortalecer a solidariedade, a unidade e uma agenda comum de ações para enfrentar as reformas ultraliberais de Jair Bolsonaro e fortalecer a luta pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O  Encontro Nacional Lula Livre é fruto de um esforço coletivo profundo e consequência de uma luta que se iniciou no momento em que Lula foi preso injustamente em 7 de abril de 2018. Os presentes são mais de mil, de pelo menos 20 estados do país: movimentos populares pela terra e por teto, sindicatos, partidos políticos, lideranças indígenas, LGBTs, do movimento negro, jornalistas, militantes de base e os mais de 300 Comitês Lula Livre que se espalham por todo o país – além de outros vinte espalhados pelo mundo. Também está o foco inicial do protesto contra a injustiça: a Vigília Lula Livre, que mantém a chama da resistência acesa em frente à carceragem da Polícia Federal há quase um ano.

A pauta Lula Livre, assim como Marielle Vive, se tornou uma síntese de muitas vontades políticas: democracia, igualdade e resistência. Ela estará presente na luta contra o desmonte da Previdência e nos próximos passos da luta da classe trabalhadora”, disse Carla Vitória, secretaria do Comitê Nacional Lula Livre.

Segundo ela, um dos principais objetivos do encontro é promover a organização de Comitês Estaduais no próximo período, assim como tirar uma agenda conjunta de lutas para a Jornada Mundial Lula Livre, que acontece entre 7 e 10 de abril deste ano, marcando o aniversário de um ano da prisão do ex-presidente.

A nossa luta é pela democracia e pela justiça. E só vamos alcançar esses objetivos defendendo os direitos do povo e a soberania nacional, porque foi contra estes valores que deram o golpe e interferiram na eleição. Foi para entregar nossas riquezas e reverter as conquistas sociais. Que os comitês Lula Livre tenham isso bem claro e atuem cada vez mais na sociedade, nas redes, nas escolas e nas ruas”, disse o ex-presidente em carta lida durante o encontro.

Para o ex-ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, presidente do Comitê de Solidariedade Internacional e Em Defesa da Democracia, não é só sobre a importante Lula estar livre, estar com seus amigos e familiares: é sobre se o Brasil é um país democrático.

“O que está acontecendo no Brasil hoje é parte de um processo de afirmação da potência hegemônica sobre o nosso país com a conivência das elites. O capital financeiro precisava que o Brasil deixasse caminho de justiça social e democracia, que abandonasse seu papel de integração na América Latina”, analisa Amorim.

A opinião é compartilhada por João Pedro Stedile, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). “O capitalismo está numa profunda crise. E o Brasil é um território estratégico para os capitalistas se salvarem da crise. E eles precisavam controlar Lula para conseguir isso. Tinham que prender o Lula, o motivo não interessa. Ele é um perigo para o projeto do capital. Ele é o líder maior desse país e eles não podem deixar ele junto ao povo”.

Para a liderança popular, o momento é de abandonar a auto-congratulação e partir para “mão na massa e o trabalho de base”. “O que importa agora é quantos comitês, quantas jornadas cada militante consegue organizar, cada coletivo consegue levar adiante”, provoca.

Construir Lula Livre

Em Ubatuba, todo dia 13, o Comitê Lula Livre, auto-organizado pelos moradores da cidade litorânea de São Paulo, faz algum tipo de manifestação na cidade: eles vão ao calçadão da praia, conversam com o povo, fazem intervenções políticas e culturais. “Gostaríamos de propor ao povo do Brasil de fazer uma ação como a nossa, pedindo a liberdade de Lula”, diz Rafael de Mattos, 46, um dos organizadores.

Rafael e Geni

“Para gente, se trata de construir uma rede, interagir e fazer essa união de esforços para provar para essa justiça que o povo sabe do que está falando. Não adianta mais fazer essa grande violência no país. Nós queremos que parem de fazer a população de massa de manobra”, protesta Geni Xavier, também de Ubatuba.

A opinião é reforçada por outros militantes presentes ao encontro, apontando a importância de capilarizar a luta para construir a resistência. “Precisamos refletir sobre a estrutura do Estado brasileiro, sobre a importância de se mobilizar nos municípios pequenos e engrossar o coro de Lula Livre e transformar cada casa, cada diretório municipal, cada sindicato em um comitê Lula Livre. Grandes atos são importantes, mas o Lula livre tem que chegar em cada casa”, analisa Kátia Maria, Presidente do PT de Goiás.

Como fazer?

A ideia dos Comitês locais é a de que eles possam ser construídos por qualquer pessoa engajada em defesa da democracia: em sua associação, bairro, local de trabalho, sindicato, comunidade, universidade ou coletivo. O objetivo do comitê é elaborar, planejar, organizar e realizar atividades que peçam a libertação do ex-presidente, assim como se somar a iniciativas locais em defesa dos direitos do povo brasileiro.

Não há necessidade de sede ou de hierarquias, mas de periodicidade e divisão de funções e tarefas. Os Comitês são as principais referências para participar da Campanha Lula Livre, que também incentiva a criação de comitês digitais para propagandear as ideias nas redes sociais e demais espaços da internet.

É possível saber mais através do site da Campanha Lula Livre, assim como baixar materiais.

Edição: Rafael Tatemoto

 


Um comentário sobre “Campanha Lula Livre para o Brasil voltar a ser feliz…

  1. >> https://www.instagram.com/p/BvKoNjAFdER/?utm_source=ig_share_sheet&igshid=1n263gja8mb61

    -*-*-*-

    NÃO PODEMOS NOS DISTRAIR!!!
    É UMA TRAGÉDIA SIM, MAS NÃO NOS DEIXEMOS DISTRAIR!

    ELES NOS DISTRAEM E NOS DESTROEM.

    PCC + COCAÍNA + MILÍCIAS = SUSTENTAÇÃO DO PODRE PODER = PODRES INSTITUIÇÕES DO BRASIL
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2019/03/14/pcc-cocaina-milicias-sustentacao-do-podre-poder-podres-instituicoes-do-brasil/

    …E tudo isso acontecendo à sombra das nossas podres instituições que se acovardam e não se impõe como a dignidade ética tenderia a recomendar. Não se consegue identificar algo sadio entre tantas instituições. …

    -*-*-*-

    É UMA FARRA GERAL NO PUTEIRO BRASIL/AROEIRA
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2019/03/17/aroeira/

    É UMA FARRA GERAL NO PUTEIRO BRASIL, O CU É O NOSSO. FARRA NO CONDOMÍNIO DA BARRA DA TIJUCA, TIROS PRA CIMA E OS KRAI A QUATRO!!!

    Curioso, observo que toda vez que eu chuto uma pedra na rua, lá de baixo saem 2 ou 3 idiotas.

    E os idiotas, naturalmente pela crítica capacidade cognitiva, tem enorme dificuldade de entender que absolutamente não se trata mais de discussão entre esquerda e direita.

    Na verdade eu acho até que desentendem por conveniência, conivência e cumplicidade.

    Eu acredito que na verdade não são somente idiotas. São anjos do inferno filhos do capeta.

    gustavohorta.wordpress.com

    -*-*-*-

    O SISTEMA É BRUTO E A MALDADE É TRIVIAL – Conspiram todo o tempo.
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2019/03/13/o-sistema-e-bruto-e-a-maldade-e-trivial-conspiram-todo-o-tempo/

    …O sistema é bruto, é cruel, é perverso. Os canalhas já conhecem quem foram os executores de Marielle e Anderson há meses. Estas informações vêm sendo veiculadas de forma gradativa, sub-reptícia e cuidadosa pelos meios de comunicação há muito tempo. Mas oportunidade bombástica de uma divulgação mais estrondosa foi preservada para o momento que eles julgassem ser o mais oportuno.

    Este momento chegou. O momento em que eles estão perpetrando mais um grande golpe contra a nação brasileira.

    Como a quadrilha percebeu que a aprovação da DEFORMA DA PREVIDÊNCIA não iria ser aprovada pelo Congresso, eles estão embutindo junto a isto uma mudança na Constituição, retirando a obrigatoriedade de cotas fixas de investimento em educação e saúde para a “livre” negociação entre os poderes executivo e legislativo. Ou seja que antes está estabelecido rigidamente em nossa Constituição poderá passar a ser instrumento de barganha entre aqueles cretinos que controlam o poder.

    O GOLPE é grandioso e ambicioso. E os caras, nessa conspiração extraordinária…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s