No Recife, iniciativa cidadã por um meio ambiente para chamar de seu

por Sulamita Esteliam

No mês do meio ambiente, quero chamar a atenção para um projeto de iniciativa cidadã aqui no Recife. O propósito é singelo: educar para melhorar a qualidade de vida das pessoas que habitam seu entorno. Ação coletiva, que, ao tempo em que bota a mão na massa,  fiscaliza e cobra do poder público benefícios para a comunidade.

Há algum tempo acompanho nas redes o trabalho comunitário liderado por Hamon Dennovan, o pai do Otto, que não por acaso é amigo da minha caçula.  Filho de uma líder comunitária, dona Jussara Santos, biólogo por formação, tem outra profissão para ganhar a vida. Todavia, não nega o DNA.

Começou com dois amigos, há quatro anos, quando criaram o projeto Alto Sustentável, que atua no Alto José do Pinho, Zona Norte do Recife. Trabalho educativo e de inclusão social a partir do tratamento adequado e reciclagem do lixo, ação junto às escolas e aos moradores da comunidade.

Isso num local que não era atendido por coleta seletiva nem dispunha de pontos de recolhimento de material reciclável, marqueteiramente definido como “Ecoponto” aqui no Recife. Agora já tem.

Consciência ambiental através do projeto de reciclagem, mutirões comunitários no fim de semana que deveria ser dedicado ao descanso da labuta diária.

O projeto envolve os moradores na pintura e grafitagem de muros, pneus, forração de caixas, restauração de calçadas, vielas e escadarias, criação de jardins. As crianças também participam e se divertem enquanto aprendem e, literalmente, fazem arte.

O lixo se torna luxo ao transmutar-se em objetos que embelezam a comunidade.

É a própria ideia de meio ambiente para servir de seu.

Mais pedagógico impossível. Mestre Paulo Freire deve se mexer de orgulho no Orun.

Por esses dias, o trabalho da comunidade, guiada por seus rapazes, e a firmeza zen de Dennovan mereceu reportagem no espaço Comunidade da Globo local.

A concorrência logo se assanhou e a emissora do bispo também chegou na roda. Não fazem mais do que a parte que lhes cabe em ser concessão pública.

O Alto Sustentável conta com página no Facebook, perfil no Instagram e grupo no zap-zap, O bravo e querido Hamon se encarregou de botar está velha escriba no circuito, muita honra.

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s