Lula encontra o Papa e diz que volta ao Brasil ainda mais disposto a lutar por um mundo melhor

Lula e Francisco – Foto: Ricardo Stuckert
por Sulamita Esteliam

Vou ficar com a notícia mais alto astral do dia, que é o encontro do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o papa Francisco, no Vaticano.  Mais do que o viés religioso, é um encontro de dois líderes latino-americanos com reconhecimento mundial preocupados com a humanidade, sobretudo os mais pobres, e com o planeta, enquanto habitat humano.

Eis a pauta da conversa, que se deu em audiência privada na residência Santa Marta, no Vaticano. Simbólico que tenha sido num dia 13.  As implicações político-religiosas deste ato e diálogo se espalham com o vento na tempestade, mas os frutos só podem ser colhidos na calmaria do decorrer do tempo.

Recomendo a leitura da reportagem analítica publicada pelo Deutsch Welle- DW Brasil sobre  tais efeitos. Muitíssimo interessante.

A aproximação entre Lula e o papa Francisco se deu através de cartas ao longo de 2018, durante os 580 dias de prisão ilegal de Lula em Curitiba. Lula pediu a audiência para agradecer a solidariedade de Francisco. E o encontro se viabilizou com a intermediação de Alberto Fernandez, presidente da Argentina, que esteve com o papa dia 31 de janeiro.

Lula falou sobre os temas do diálogo, focado principalmente no combate à desigualdade, que é fruto da ganância empresarial e financeira, que tem revogado direitos dos trabalhadores. Lembrou que em março o papa se reúne com jovens economista de todo o mundo exatamente para debater o assunto.

E louvou a disposição do sumo pontífice de, aos 84 anos, querer “fazer coisas que sejam irreversíveis, que fiquem para sempre no seio da sociedade”.

Disposição contagiante. Lula assegura que volta ao Brasil ainda mais disposto a lutar por um mundo melhor.

Para Lula, estimular a juventude a discutir a nova economia do mundo é uma necessidade, e deveria “servir de exemplo para o movimento sindical, para outras igrejas e para os partidos políticos do mundo inteiro”.

Durante a viagem à Itália, o ex-presidente também se encontrou com líderes políticos locais, como o ministro da Saúde, Roberto Speranza, o ex-primeiro-ministro Massimo d’Alema e o secretário do Partido Democrático (PD), Nicola Zingaretti.

Assista à coletiva concedida por Lula após o encontro com Jorge Bertoglio. Compartilho o vídeo a partir do sítio Lula.com.br/

* com Ópera Mundi e Lula.com.br


Um comentário sobre “Lula encontra o Papa e diz que volta ao Brasil ainda mais disposto a lutar por um mundo melhor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s