Lula, quem diria, cidadão honorário de Paris, mata de inveja gente ilustrada!

Lula foi ovacionado ao receber o título em Paris – Foto: Ricardo Stuckert
por Sulamita Esteliam

E o Lula, hein, de eterno Sapo Barbudo, em plagas tupiniquins, se tornou cidadão honorário de Paris! Logo da cidade luz, de letrados e ilustrados! Quem diria que, na própria terra do vale tudo, de tudo fizeram para transformá-lo de presidente mais amado e mais bem avaliado da História deste país em um reles ladrão de galinha…

Meus desassossegados botões não me deixam esquecer: um certo ex-presidente, golpista de quatro costados, nomeado Farol da Alexandria pelo impagável Mino Carta, deve ter perdido os cotovelos e o estoque de baba, tamanha a inveja roxa.

Logo ele, um intelectual com o pé na cozinha e um apartamento, “emprestado” e sempre ao seu dispor, na Avenue Foch, o endereço mais requintado da capital francesa. Paris, sua mal-agradecida!

Logo você, a cidade onde ele não se sente turista, mas em casa, mesmo que tenha que arrumar a própria cama, levar a roupa suja para a lavanderia e lavar a louça sua de foe grasSimplicidade à toda prova.

Nada como um dia após o outro, e o tempo para recolocar cada um e cada qual em seu devido lugar.

Luiz Inácio Lula da Silva foi a Paris acompanhado da ex-presidenta Dilma Rousseff, sua sucessora e alvo do golpe parlamentar-jurídico-midiático que, ele tem dito e repetido, visava atingi-lo com a condenação e prisão sem crime e sem provas para tirá-lo das eleições presidenciais.

O juiz que o condenou agora é des-ministro da Justiça e da in-Segurança Pública – ou como quer o audaz deputado fluminense, Glauber Braga, do PSol, “capanga de miliciano” em tempo integral do desgoverno do capiroto que se elegeu à base de mentiras e ilegalidades.

O professor Fernando Haddad, que substituiu Lula como candidato na disputa, também o acompanha na viagem essencialmente política. A prefeita Anne Hidalgo, propôs e entregou o título concedido pelo Conselho de Paris ao ex-presidente. Ele e Dilma  também participaram do debate La Planète en Commun, da campanha à reeleição dela.

Ao seu estilo, Lula não deixou de colocar o dedo na ferida:

“Hoje o mundo está assustado com o corona vírus. Quantas crianças morrem de fome todos os dias no planeta terra e nós não ficamos comovidos com isso?! Estamos perdendo a solidariedade? Quando vamos reagir e voltar a ser humanos outra vez?”

Mais cedo, nesta mesma segunda, 2 de março, o ex-presidente falou da democracia brasileira cada vez mais em risco, do aprofundamento das desigualdades como consequência e do imperativo de defesa da Amazônia, três alvos sob ataque do desgoverno do capiroto.

Lula leu o discurso em português. Aqui a versão em francês. Ele agradeceu a solidariedade da França com o Brasil e afirmou estar disposto como nunca a lutar pela democracia e contra a desigualdade.

Assista ao vídeo da cerimônia da entrega do título, já que as tevês, especialmente a Globo, chefa do PIG, decidiram que Lula não é notícia, a menos que a pauta seja contra ele:

 

 

 

4 comentários

Deixe uma resposta para Vilma Fazito Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s