A ira santa contra o PT e a escolha de Sofia

A Tal Mineira

boras e bolsos -

por Sulamita Esteliam

Esta velha escriba reconhece: não tem condições de acompanhar, sozinha, a velocidade dos acontecimentos graves desses tempos bicudos, que insistem em nos manter no caos, refletir sobre eles e depois tricotar aqui no blogue.

Assim, tenho me concentrado nas redes sociais, entre uma ou outra atividade doméstica indispensável. E as caminhadas na praia, estas quando possível, que me ajudam a relaxar e a manter a sanidade.

Não, ao contrário do que muita gente imagina, não estou nem estive em qualquer campanha, profissionalmente. Tudo que faço, inclusive o A Tal Mineira,  é trabalho voluntário, militância cidadã.

Afinal, não vivemos, e vencemos, uma ditadura; não recuperamos o direito à democracia, ainda que engatinhante, para assistir de braços cruzados que nos levem o que nos resta de liberdade.

Luto pelo que acredito, como sempre fiz. Gerei e criei quatro frutos assim, sem tergiversar um milímetro. Quem me conhece…

Ver o post original 1.158 mais palavras

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s