A Amazônia da riqueza cultural e do descaso criminoso

por Sulamita Esteliam

No Dia da Amazônia, celebrado em 05 de setembro – data em que, em 1850, o imperador dom Pedro II criou a Província do Amazonas – sempre há o que celebrar e o que lamentar e protestar.

Foi instituído pela Lei nº 11.621, em 19 de novembro de 2007 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT),  com o objetivo de lembrar a população da importância de se preservar e defender a maior floresta tropical do mundo.

A cultura rica e vasta, tanto quanto as dimensões da região, precisa ser celebrada, louvada e preservada. É o que fazem os povos ancestrais, abandonados à própria sorte por esse desgoverno genocida.

É o que faz a radialista brasiliense, muito querida pela gente marajoara, Mara Régia, que homenageia as mulheres extrativistas do açaí; ouro energético, fonte proteica e de vitaminas. A voz da Amazônia, é assim que Mara é conhecida, gentilmente me envia o podcast. Compartilho:

Bem, lamentos também não faltam, infelizmente.

O capiroto-presidente, todo mundo sabe, é um mentiroso compulsivo. Em recente videoconferência, ele teve a pachorra de dizer que é “mentira” afirmar que incêndios estão devastando a floresta amazônica.

Ora, dados de seu próprio governo mostram o aumento preocupante do número de incêndios. De acordo com o Inpe – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, de janeiro a julho deste ano, mais de 35% da Floresta Amazônica foi consumida pelo fogo.

Presume-se que o foco na pandemia do Coronavírus, que tem devastado vidas – já passam de 125 mil mortos e 4 milhões de infectados, na contagem do Ministério da Saúde – o desastre ambiental tenha ficado em segundo plano.

Mas a qualidade do ar é vital, em qualquer tempo, quanto mais em meio a uma pandemia cuja principal gravidade é a síndrome respiratória.

Entretanto, sob pressão estrangeira para que seu governo atue na contenção das queimadas, e ameaça de fuga de investidores globais, o capiroto escolhe o de sempre: mentir deslavadamente.

Aí, a imprensa estrangeira se encarrega de desmascará-lo e nos matar de vergonha. Por exemplo, a TV pública francesa fez a seguinte reportagem. Está em inglês a narração, mas as imagens valem mais que quaisquer palavras:

Também a CGTN – China Global Network foca na mentira do presidente do Brasil sobre a situação amazônica:

Agora uma reportagem em português original, da EuroNews, que diz e mostra uma síntese do que dizem e mostram as demais:

*******

Postagem atualizada dia 05/09/2020, às 19:38 hs: inclusão do parágrafo sobre a instituição do 05 de setembro como Dia da Amazônia.

 

Um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s