Gracias, Quino. Encantado seja!

por Sulamita Esteliam

Quino se foi. Mas deixou a utopia performática de sua Mafalda.

Uma menina filósofa, independente, ativista, solidária e atrevida, que acabou se tornando simbólica para nós comunicadoras feministas.

Homenagens se multiplicam nas redes sociais.

Artistas do Brasil e da América Latina reconhecem no cartunista argentino o mestre que guiou o talento deles, com poesia, inconformismo e humanidade.

Laerte desenhou este em 2014:

Latuff exalta Mafalda como símbolo de luta:

 

Nando desenha o abraço solidário de Mônica à Mafalda.

Mauricio de Souza também registra a solidariedade das hermanas:

E agrega homenagem em tuíte que relembra o nascimento das amigas:

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s