A hora e a vez da República Bananeira das Américas!

por Sulamita Esteliam

Ao que tudo indica, o ano se recusa a começar por aqui, como no Brasil desmantelado, quebrado e sem direção, e faz tempo. Mas não só. E se havia dúvidas, agora não há mais: o que é bom para o Brasil não é bom para os Estados Unidos.

A notícia do dia é a tentativa de golpe na maior democracia do mundo. Sim, os Estados Unidos da América experimentam neste Dia de Santos Reis, seu dia de república bananeira. E pelo visto não gostaram. Deus salve as Américas!

Piada pronta nas redes. 

Há consequências, para além de 13 presos e promessas de punição. Na contençao dos partidários de Donaldo Trump, uma mulher foi baleada – que ainda não se sabe se funcionária ou invasora – , e morreu no hospital horas depois.

Estimulados pelo falastrão mal-perdedor, no discurso de retirada, a turba invadiu o Congresso, onde se daria a consagração de Joe Biden presidente da República. Tentativa tosca de golpe.

Whashington está sob toque de recolher por 24 horas. Chama os marines!

Por aqui, em Terra Brasilis, falida moral, política e financeiramente, e sem ter o que fazer, deve ter capiroto em êxtase com a patacoada, tão ao gosto de sua milícia.

O questionamento inarredável não é se há risco de se repetir aqui, em 2022, estação golpista por excelência, o que se deu acolá, pela primeira vez na história daquele país.

A pergunta é se as autoridades institucionais vão seguir fingindo que não é com elas o tudo e nada acontecerem, já há dois anos, até que não haja mais o que fazer. Nem reste país para chamar de nosso.

*******

No caso deste blogue e desta escriba, primeiro foi a internet que nos deixou na mão; a operadora veio, resolveu. Depois, não conseguia escrever uma linha sem interferência remota: infestação de malware, como já ocorreu ano passado.

O maridão, desta vez me salvou, baixando todos os antivírus possíveis e, finalmente, recuperando o que eu havia contratado, mas que não tinha ideia de como localizá-lo.

Nisso, a noite avançou e Euzinha já não tinha mais condições de qualquer coisa, que não dormir. Deixei para hoje o que não consegui fazer ontem nem anteontem.

Aí, a filha precisou de socorro e a vovó deu plantão com a netinha caçula – com direito a almoço e lanche,  à contação de histórias, a parquinho e banho –  até o início da noite.

Bom, temporariamente, estamos em funcionamento. Nunca se sabe o que vem na sequência. Decidi não esquentar a cabeça e deixar rolar.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s