A arte valoriza a diferença

por Sulamita Esteliam

Bom demais começar a semana com notícia boa! Melhor ainda quando é a cultura que caminha de mãos dadas com a gente como a gente, que faz acontecer, apesar de…

Transcrevo do portal do IFPE Olinda:

Estudante do IFPE Olinda vence premiação internacional de arte

Obra de Whittney de Araújo abraça as diferenças, destacando a importância da representatividade

Somos Todos Perólas

Era uma sexta-feira de outubro (28), quando a estudante de Artes Visuais do IFPE Olinda Whittney de Araújo recebeu uma mensagem confidencial de que havia sido vencedora de um concurso internacional de arte. Sua obra “Somos todos pérolas” foi escolhida como a melhor, na categoria adulto, para a vigésima exposição anual da organização americana Embracing our Differences. O concurso recebeu 13.733 obras de arte de 119 países para as categorias Adulto e Estudante. Os vencedores ganham prêmio de US$ 2 mil. 

O anúncio oficial só saiu neste mês de dezembro, quando ela foi autorizada a espalhar a notícia e mostrar a arte feita exclusivamente para o concurso. A obra é inspirada na tela “Moça com brinco de pérolas”, do pintor Johannes Vermeer. No desenho da artista do IFPE Olinda, vemos oito mulheres sentadas em frente a oito diferentes telas. Cada mulher se identifica com uma versão diferente do famoso quadro de  Vermeer. 

“Mostramos que a representatividade importa, seja qual for a aparência, raça, sexualidade ou religião. Merecemos ser respeitados e representados. Abraçar nossas diferenças é um passo muito importância para a mudança. Nossas diferenças nos tornam quem somos”, explica Whittney de Araújo. 

Para ela, o poder da arte de falar sem palavras é uma arma importante para a representatividade, gerando identificação e, consequentemente, valorização. “É assim que a arte ajuda no processo de aceitação, por meio da reflexão de que nenhuma pessoa é igual a outra. Não sermos iguais não significa uma coisa ruim.  A representatividade importa e tem impacto na vida de cada pessoa. Abraçar nossas diferenças é um passo muito importante para a mudança.”, ressalta. 

A obra de Whittney será exibida em três diferentes espaços no estado da Flórida. A primeira exposição será aberta no dia 18 de janeiro no parque Bayfront, onde permanece até o dia 12 de março. De 22 de março a 19 de abril, a exibição ocorre no parque Butler e de 26 abril a 29 de maio, no State College of  Florida. A obra também pode ser conferida na galeria virtual hospedada no site da organização

A Embracing our Differences ( Abraçando nossas Diferenças) usa o poder da arte e da educação para expandir a consciência com objetivo de celebrar a diversidade da família humana. Sua exposição de arte anual é realizada por meio de um júri. A edição de 2023 tem como tema “Abraçar a Bondade”. De acordo com a organização, ele foi escolhido por se tratar de um período em que precisamos de bondade mais do que nunca.

Clique para ver outras artes de Whittney no Instagram  

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s