Histórias bordadas no Palácio das Artes

por Sulamita Esteliam

De volta ao Recife desde o fim de noite do sábado, desfrutei dias felizes e agitados em Brasília. Pude reencontrar pequeno, mas precioso, núcleo da minha abundante família, conhecer lugares e cerimoniais nunca dantes visitados e, de quebra, ter com amigos dos meus tempos residentes na Capital Federal; e alguns outros amigos mineiros que lá aportaram depois da minha migração para o Nordeste. Valeu demais!

Não levei computador na viagem; precisava de uns dias de puro lazer. Sei que compreendem. Cá estamos, de volta, dispostas ao compromisso da assiduidade que se quer de um blogue.

Retomamos com evento imperdível, de contação de histórias, que acontece em Beagá, dias 19 e 20: Acordando… Um Jeito diferente de contar histórias. Às 20:00 horas, na Sala Juvenal Dias, Palácio das Artes. Ingressos a R$ 20; estudantes pagam meia.

O convite quem me enviou foi Madu Costa, que está no elenco,  junto com J.F. Marchiani e Norma Sales e mais Bruno Cavalcanti ao violão. Madu é irmã – e não sobrinha como escrevi na postagem original – da minha querida amiga-irmã Eneida Costa, presidenta do Sindicato dos Jornalistas de Minas Gerais.

Ei-lo:

attachment


2 comentários sobre “Histórias bordadas no Palácio das Artes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s