Democracia engatinhante

por Sulamita Esteliam
Milhares nas ruas de São Paulo por transporte público de qualidade - Foto capturada na Rede Brasil Atual
Milhares nas ruas de São Paulo por transporte público de qualidade – Foto capturada na Rede Brasil Atual

A violência desmedida a que foram submetidos os manifestantes em São Paulo, desde a semana passada, não se justifica, sob qualquer ângulo que se analise. Há denúncias, e vídeos que comprovam, que as provocações partiram da polícia, com gente infiltrada entre “os baderneiros”, e coube à PM  de Geraldo Alckmin, na quinta, a deliberada ação violenta para barrar um protesto, até então, pacífico.

É inadmissível, mesmo numa democracia engatinhante.

Clique para assinar abaixo-assinado Manifesto contra a violência da PM nos protestos de jovens pelo transporte público. Outra petição, que também assinei, está no Avaaz.org, com depoimentos que expõem o nível da barbárie.

Assim como é vergonhosa a falta de atitude de alguns políticos ditos de esquerda, eleitos com os votos daqueles que agora não defendem nem legitimam. A fala do ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso e do prefeito Fernando Haddad, poderia muito bem ter saído da boca de qualquer demotucano.

Leio em Carta Maior – também aqui -, que Haddad, pelo o bem ou pelo mal, se digna a reunir-se com lideranças do MPL – Movimento Passe Livre, na terça. Demorou.

Neste domingo, estudantes brasileiros mundo afora realizam atos em solidariedade aos colegas paulistas em 27 cidades: na França ; Espanha, Alemanha, Irlanda, Itália, Argentina; em Londres, Portugal; no México, Canadá e até nos Estados Unidos. Quem nos informa é o  Portal Terra .

Também no Brasil haverá protestos solidários, marcados para a próxima quinta-feira, 20, às 17:00. Estão sendo convocados pelas redes sociais, em articulação com Frente Nacional em Defesa do Transporte Público – aqui. No Recife, uma reunião para organizar a manifestação está marcada para segunda-feira, às 18:00 no Diretório Central dos Estudantes da Unicap, na Boa Vista – aqui e aqui.

Eis o que diz o manifesto:

Juventude indignada: a maré insurgente chegou ao Recife, depois de paralisações de metroviários e rodoviários, vamos intensificar a luta pela garantia de um transporte coletivo e público de qualidade.

Temos uma demanda objetiva: em face da desoneração de PIS/Cofins para o empresariado, a redução das tarifas é plenamente possível. Petrolina é um exemplo. Goiânia e Porta Alegre são exemplos de processos que conseguiram reduzir. Natal, São Paulo, Rio de Janeiro, entre outras capitais, também estão na luta! No entanto, o Grande Recife já disse que não irá sequer reabrir as discussões. Somado a isto, fica o questionamento: cadê a licitação das linhas de ônibus? Cadê a melhoria nas condições de trabalho de motoristas e cobradores? Cadê o conforto? Tem dinheiro para a COPA, mas não tem para o Busão!

Evento em sincronia com o Ato Nacional Contra o Aumento de Passagens.
Link: https://www.facebook.com/events/18278045218967

Detalhes a definir.

MPL Recife


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s