Não há venta que aguente o mau cheiro…

por Sulamita Esteliam

Meu amigo Ruy Sarinho, jornalista e homem de rádio, leu a matéria sobre o calote da Plim Plim à Receita Federal, postada originalmente no blogue O Cafezinho, de Miguel do Rosário, e reproduzida no Conversa Afiada, do Paulo Henrique Amorim. Baixou tamanha inspiração que ele não pode resistir, e escreveu o texto que publico abaixo, por obra e graça de sua gentileza olindense.

Era para eu ter postado ontem, mas não tive como – nem hoje mais cedo.

Clique para ler a denúncia de sonegação, levantada por Miguel do Rosário e publicada no último 27 de junho.

Só para lembrar: anteontem foi dia dos protestos voltarem à porta da TV Globo – leia no também no blogue O Cafezinho com o sugestivo título de A Mãe de Todas as Batalhas.

Charge capturada em www.conversaafiada.com.br
Charge capturada em http://www.conversaafiada.com.br

 

Para acabar com as $afadeza$ da Globo

Taí, publicado em 02 de julho de 2013, no site Conversa Afiada, de Paulo Henrique Amorim, artigo de Miguel do Rosário sobre mais uma estrepolia da Rede Globo de Televisão, a mesma que diz combater a corrupção no País e ser a defensora da moralidade, com seus profissionais prostituídos ou mesmo engajados de corpo e alma com a nata da direita conservadora, como Alexandre Garcia, Arnaldo Jabor e tantos outros ventrílocos do plim-plim eletrônico. Todos, anti-petistas sacramentados. Para o deleite da burguesia catingosa, seja a urbana ou a rural.

Duvido – dê-ó-dó – que o Zé Ministro da Justiça e o procurador Gurgel façam algo que contrarie os interesses da Globo, punindo essa falcatrua, tomando o dinheiro roubado de volta e destinando o montante sonegado em benefício das ações de saúde, transporte, educação,  habitação e tantas outras que eles vivem cobrando na telinha. .

Desde que me entendo por gente nunca tive dúvidas de que o poder que mais catinga, em qualquer canto do planeta, é o Judiciário.

Não tem venta humana que aguente o mau cheiro. Fico imaginando a relação de promiscuidade que entre o almofadinha FHC e o aristocrático escovadinho Roberto Marinho. Deve ter rolado tanta água $uja embaixo da ponte que levou à criação da reeleição no Brasil, numa tremenda poluição moral.

E agora, senhores do STF?

Cadê aquele paladino da capa preta que adorava protagonizar diante das luzes globais? Plim-Plim pra ele!!!

Voltando no tempo, não custa imaginar o que aconteceu na relação entre a Globo e a também catingosa ditadura militar (em parceria com a CIA) de primeiro de abril de 1964.

Os rodos de dólares abocanhados pelo clã Marinho. A Globo deve ter  muita saudade da época de Costa e Silva a sua famosa primeira dama.

Plebiscito, já!

Reforma política, já!

E nesse mesmo rumo que se faça o tão urgente controle da mídia, como Hugo Chaves fez na Venezuela, peitando o mandonismo do Tio Sam que deitava e rolava nas editorias venezuelanas até então. E aqui no Brasil também tem o dedo deles nos grandes grupos que formam o PIG.

Oligopólios de comunicação não tem nada a ver com liberdade de imprensa. Muito pelo contrário.

Liberdade de imprensa que nada, em que um jornalista não pode escrever o que quer num jornalão ou num programa de TV ou rádio que contrarie os interesses mercantis do seu patrão.

Quantos colegas meus foram demitidos ou se demitiram de redações pernambucanas por não aceitarem a tutela do patrão na sua pena, no seu pensamento e na sua ideologia.

Imprensa imparcial não existe, é pulha de patrão, da direitona safada e também catingosa e de jornalistas, radialistas e blogueiros prostituídos que se vendem até por uma coxinha de galinha e uma Coca-Cola.

Acorde, Minha presidente e ex-guerrilheira Dilma Rousseff – tenho orgulho de ter votado em você e em Lula, sempre. É hora de zerar essa canalha dos barões da grande imprensa, tire todas as verbas publicitárias desses cânceres de cinco séculos da nossa História. Convoque o Ministério da Comunicação para iniciar uma guerrilha de comunicação alternativa com as rádios comunitárias,  blogues e sítios progressistas e os poucos veículos comerciais comprometidos com essas forças, principalmente no Interior do País. Não se engane, Presidente, o veículo mais popular e que chega mais perto do povo ainda é o rádio. Opiniões como as de PHA e outros blogueiros progressistas precisam chegar a esse imenso público ouvinte, para se contraporem aos Alexandres Garcia e Arnaldos Jabor da putrefada vida global que usam esse meio. Sei do que estou falando. Conheço rádio, trabalho desde 1985 com emissoras pernambucanas que vão do Litoral, Recife e Olinda, até às mais distantes do Sertão, no longínquo Município de Afrânio. É hora de acordar, Presidente! É hora de fazer as vozes progressistas convocarem a população brasileira para impedir que a direita conservadora, rural e urbana, liderada pelos grandes veículos do PIG, botem abaixo as conquistas de um povo que sempre foi massacrado por essa elite repugnante, concentradora de renda e que sempre esmagou sonhos e vidas da população pobre brasileira.

Ruy Sarinho

Olinda/PE

3 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s