Thiago de Mello e a poesia como arma da indignação: ‘Os Estatutos do Homem’

por Sulamita Esteliam Estou muito mexida, hoje – e com uma tremenda dor de cabeça, que me acompanha há uma semana -, para escrever algo consequente. Destarte, antecipo a postagem que planejei para a Sexta-Feira da Paixão, a título de saudação de Páscoa, entendida como espaço de renascimento. Resgato um dos mais belos poemas que … Mais Thiago de Mello e a poesia como arma da indignação: ‘Os Estatutos do Homem’

E o Brasil desperta para não sucumbir ao descalabro. Será!?

por Sulamita Esteliam Nem o meu portátil tem tido saúde para suportar tamanho descalabro neste Brasil que já foi de meu Deus. Começou a semana, como terminou a anterior, dando piti. Não houve jeito de conseguir acessar o A Tal Mineira para atualizá-lo, e todas as conexões que havia feito foram derrubadas. Aí, para não … Mais E o Brasil desperta para não sucumbir ao descalabro. Será!?

Em memória das vítimas do rompimento da barragem Córrego do Feijão, mortas e vivas

por Sulamita Esteliam* Sábado, dia 25, completa-se um ano do estouro da Barragem Córrego do Feijão, em Brumadinho, crime que deixou 272 mortos, 259 identificados até agora, mais de duas centenas de viúvas no pequeno município da Região Metropolitana de Belo Horizonte e um rastro de destruição irreparável. O Rio Paraopeba, um dos mais importantes … Mais Em memória das vítimas do rompimento da barragem Córrego do Feijão, mortas e vivas