O povo vai à rua para libertar-se do desgoverno, que é a encarnação da peste

por Sulamita Esteliam

Vou pegar carona no vídeo que o vereador do Recife, Ivan Moraes, do PSol postou em suas redes sociais sobre as manifestações do sábado 29, #VazaPeste, contra o capiroto-genocida.

Na verdade um resume de artigo que ele publicou no domingo no Blog do Jamildo – linco ao pé da postagem.

Os argumentos que se contrapõem aos riscos de chamar o povo para a rua em meio ao avanço da pandemia, são bastante sólidos.

E reproduzo porque concordo: o povo já está nas ruas, correndo atrás, sem alternativa de segurança, desde o transporte público, nos bancos, nos hospitais, tudo lotado.

Não tem vacina, auxílio emergencial, comida no prato, teto, vaga na UTI. Está tudo errado, e o Zé e a Maria Povinho é que pagam o preço.

Basta deste desgoverno-genocida, que consegue ser tão nocivo ou mais que o vírus. É cruel e premeditado. O desgoverno é a peste.

Claro, é preciso bom senso. O uso de máscara é indispensável, de preferência a PFF2 ou a N95 – se for usar máscara de tecido, use também a cirúrgica por dentro ou uma folha de filtro de papel para café para reforçar a proteção; melhor levar reserva.

O distanciamento físico, o uso de álcool 70, levar sua garrafa dágua, seu lanchinho, evitar a confraternização…

Por mais que estejamos todos loucos por uma abraço e uma cerveja compartilhada, melhor deixar para depois…

Estou me coçando para marchar com o povo, mas ainda não tomei minha segunda dose de vacina e o maridão também não; somos do time da Aztrazeneca. Ele já disse que não vai, e se Euzinha decidir que sim, terei que me isolar por 10 dias. Daqui para o sábado, resolvo.

Sabe-se que, mantidos os devidos cuidados, ao ar livre o risco de contaminação é bem menor do que em ambiente fechado, conforme infectologistas de bom proceder. Embora, quando se trata do seu Corona nem com vacina há 100% de segurança.

Por isso, a organização e todo cuidado é fundamental.

Aqui no Recife, a concentração é na Praça do Derby, às 9 horas, e de lá, em fila indiana múltipla, cruzar a Boa Vista até a Praça do Carmo no Santo Antônio. Dá uns 5 km de marcha.

Em Beagá, a Macondo de Origem, a concentração é a partir das 10 horas. A caminhada parte da Praça da Liberdade rumo ao Centro da cidade, encerrando-se na Praça 7, cerca de 1 km.

O 29M é convocado pelas frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo por #ForaBolsonaro, por vacina no braço e comida no prato, pelo auxílio emergencial de 600 reais.

Encontre o local do ato em sua cidade:

Fontes requisitadas:

Blog do Jamildo/Ivan Moraes

Considerações sobre o protesto “Fora Bolsonaro” no dia 29 de maio

Rede Brasil Atual

Ato em Brasília defende vacinação em massa, combate à fome e auxílio emergencial de R$600

Brasil 247/RBA

É possível reduzir os riscos em atos de rua na pandemia?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s