E lá se foi o Carnaval…

por Sulamita Esteliam
Abertura do Carnaval 2013 no Recife -Foto: Pública
Abertura do Carnaval 2013 no Recife -Foto: Pública

Confesso que há muito não me divertia tanto. Plenamente compensados os dois últimos anos, quando tive que me repartir entre trabalho e folia. Este Carnaval, brinquei desde a quinta pré, com parada técnica no domingo para repor o fôlego.

Brincamos, eu e meu companheiro. Em alguns dias, tivemos companhia mais jovem, o que tem poder restaurador de energia.

Claro, revezamos Recife e Olinda. Houve um tempo que era lá e lou: conseguíamos ir aos dois lugares no mesmo dia, um durante o dia, outro à noite. Hoje, rendemo-nos aos nossos limites. Com muita alegria, com segurança e em paz.

Bloco Urso Pé de Cana em Olinda - SE
Bloco Urso Pé de Cana em Olinda – SE

Olinda nos pareceu mais cheia do que sempre: o sábado, dia tradicionalmente mais tranquilo – por conta do Galo da Madrugada, no Recife -, estava com ares de domingo. Os ônibus lotados, como sempre. E o trânsito lerdo, a partir da Agamenon.

Levamos quase duas horas de Boa Viagem até a entrada da cidade, percurso que se faz em no máximo 40 minutos em dias normais. O nó, para além daqueles que teimam em ir de carro, estava exatamente ali: havia blitz de cada lado da avenida. Barragem pra lei seca, em plena manhã de sábado. Ninguém merece tamanha estupidez.

Na terça,  fomos também na parte da manhã, o ônibus estava vazio. Com maior número de coletivos circulando, e com blitz só no retorno, fim de tarde, o trânsito fluiu e chegamos em meia hora. Cruzamos a cidade alta na trilha do Urso Pé de Cana. Frevente e troante.

Foram 2,7 milhões de brincantes nos quatro dias oficiais de folia, contabiliza a prefeitura. Nenhum óbito. Nenhum dano ao patrimônio público da Cidade Monumento. Pouco mais de uma centena de casos de “desordem pública”. Vinte e oito “atos libidinosos”. Trinta e seis “desacatos a autoridades”.

É certo que o governo do estado ainda não divulgou o balanço oficial de todo Pernambuco, nem da capital. Mas os números da Olinda das multidões estão na contramão do pensamento de que Carnaval rima com violência e insegurança. É um dos motores de busca mais frequentes neste blogue por essa época.

Outra boa notícia: 46 pessoas foram detidas por urinar nas ruas de Olinda.  Enfim, tomou-se atitude. Seguidas campanhas educativas não brecam o mal costume, mais comum entre os homens, que padecem de complexo de cachorro.

A despeito de centenas de banheiros químicos – que aliás precisam ser melhor cuidados. No Recife, igualmente, falta manutenção nos banheiros químicos. Mas isso, nem as filas, justificam fazer xixi na rua. Quem não se submete, ou não aguenta, que pague R$ 2 para usar banheiros privados; dezenas de bares, e até casas, disponibilizam o serviço nesse período.

Havia mais gente que em anos anteriores, também no Antigo. O balanço oficial não detalha o número de foliões nos quatro polos de atração do bairro. Aponta, sim, que 810 mil visitantes circularam pelos 63 polos espalhados pela cidade, onde se apresentaram 2 mil atrações, segundo a prefeitura, a maioria de artistas pernambucanos. 

Quem dependeu de transporte público pouco se importou com os ônibus lotados. O calor humano faz parte do Carnaval, ou ruas e ladeiras ficariam vazias. No nosso caso, a volta pra casa só foi incômoda na sexta, noite de abertura.

O Cais de Santa Rita, ponto de embarque e desembarque, estava um caos. Sem fiscais nem policiamento para orientar foliões ou mesmo motoristas, como em anos anteriores, prevalecia o vale-tudo. Na segunda o problema estava contornado.

Pela primeira vez em 17 carnavais pernambucanos, fomos ver o Encontro de Maracatus e a Noite dos Tambores Silenciosos, no Pátio do Terço, Bairro de São José. Celebração da cultura ancestral nagô, que você ouve e sente, e pouco consegue ver. O espaço é muito pequeno para tanta gente, mesmo para a apresentação das nações. Não obstante, é mágico.

 

Postagem revista e atualizada em 07.03.2014, à 1:19 horas.

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s