A alegria e a confiança vencem a mentira

O Marco Zero reuniu milharesna tarde e noite do domingo para o desfile do bloco olindense Eu Acho É Pouco em apoio a Dilma - Foto: SE
O Marco Zero reuniu milharesna tarde e noite do domingo para o desfile do bloco olindense Eu Acho É Pouco em apoio a Dilma – Foto: SE
por Sulamita Esteliam

A menos de uma semana de irmos às urnas decidir o futuro do país, não pretendia escrever sobre o debate de ontem à noite, na Record, o penúltimo antes do domingo. Tenho meia dúzia, pelo menos, de pautas importantes dançando na minha cabeça, todas elas necessárias. Mas tenho um só corpo e uma mente assoberbada pelo tamanho do coração.

CAM00224Por isso, queria escrever sobre a energia da esperança, e da confiança, que brotou das ruas do Recife Antigo no final da tarde e noite adentro de ontem. Esta é a cidade que escolhi para viver. E o amarelão do primeiro turno me assombrou. Ao que tudo indica, o luto está cumprido – aqui no blogue.

Passeata no centro, comício com Lula em Santa Tereza. É Beagá com Dilma - Foto: Muda Mais/FB
Passeata no centro, comício com Lula em Santa Tereza. É Beagá com Dilma – Foto: Muda Mais/FB

Certamente, a mesma energia boa que transcendeu da minha outra Macondo, Beagá, e da sempre acolhedora Fortaleza, no sábado. E que Deus queira tenha sido a mesma nos sete cantos desse nosso país exorbitante, onde as pessoas foram às ruas em apoio à reeleição de Dilma Roussef, presidenta do Brasil.

Foi lindo e revigorante.

Mudei de ideia sobre falar a respeito da noite de domingo, quando vi o comentário de um dos leitores do Tijolaço na análise desapaixonada que o colega Fernando Brito faz do debate. Ele a resume no título: “Dilma acertou o tom”. Falou para os eleitores, não para a militância, como nos dois primeiros debates.

Concordo. A presidenta portou-se como estadista, calma, foi didática e passou confiança, apesar do visível cansaço, e indisfarçável (ela não consegue, porque é autêntica) desagrado de ter que repetir tudo, e sempre, e de novo. Enquanto o opositor esbanjou cinismo, hipocrisia, e a falta de solidez que lhe é peculiar – o Conversa Afiada vai na mosca. Haja saúde e temperança! E ainda tem o debate na Globo.

Se você assistiu ao debate, deve lembrar-se que, em determinado momento, o candidato tucano saca o que – deve ter imaginado – seria a bala de prata contra a gestão da Petrobras, obsessão de quem a quer moeda de troca. O 1º Neto acusa o governo do PT de estimular o trabalhador a aplicar os recursos do FGTS em ações, em prejuízo do próprio patrimônio.

Mentira. E Dilma não teve como responder em detalhes. Pois o leitor do Tijolaço desmonta a farsa (reprodução abaixo). De onde ele tirou a informação? Daqui, endereço eletrônico fornecido pelo próprio. Confira você mesmo.

É prova, mais uma, de que a consistência política do 1º Neto é pó. Sem intenção de trocadilho ou aleivosias pessoais, TSE, por favor.

Ações FGTS

Encerro por aqui, por hora. Boa semana de trabalho para todos/as nós.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s