O tempo é senhor dos caminhos e da vida

Mulheres queridas em  festa familiar  em 2001
Zeíca abre a roda à esquerda, seguida por Lili, nossa irmã; Raquel e Andréia, primas, tia Maria – mãe delas – e Dora, minha amiga-irmã que cedo virou estrela. Mulheres queridas em festa familiar na casa dos primos Lourdes e Wanderlei, em 2001
por Sulamita Esteliam

Busquei em meus alfarrábios uma foto que pudesse simbolizar boas notícias, e o quanto podemos ser felizes quanto nos juntamos. A imagem, no caso, foi tirada numa festa. É fácil ser feliz quando o mote é celebrar. Mas é nas dificuldades que a gente dá valor à harmonia que transcende da solidariedade.

E é por isso que peço licença para compartilhar uma boa notícia: desde terça, à noite, Zeíca, minha irmã caçula, se encontra no quarto, após 15 dias no CTI do Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte.

Desde o dia 05, respira sem ajuda de máquina e mantém sinais vitais promissores, para nossa alegria. Embora a febre ainda seja companheira, mesmo que em níveis mais baixos, o quadro clínico é considerado “tranquilo” pelos médicos responsáveis por seu tratamento.

Zeíca está bem acordada, com olhos bem abertos e reagindo a cada manipulação que o dia a dia hospitalar exige.  Não fala e não reage, entretanto, a comandos do corpo médico e da enfermagem. Nós, que a amamos, cremos que ela responde a nossos estímulos de voz e toque. Há quem duvide.

Para quem não sabe, minha irmã caçula sofreu atropelamento em 25 de março passado, foi socorrida e passou por cirurgia craniana no HPS – Hospital de Pronto Socorro João XXIII. Em meados de abril, deixou a UTI do HPS para retornar seis dias depois, com agravamento do quadro de infecção hospitalar por mais de um germe.

No fim do mês, dia 27, foi transferida para o CTI do Mater Dei.

O combate ao processo infeccioso, finalmente, está colhendo resultados. Tomou uma bateria de três antibióticos, juntos, desde o início de abril, no João XXIII. Há três dias o tratamento, neste particular, se reduz a uma droga – de composição diversa dos anteriores.

A substituição se deu pela convicção de que é o mais adequado ao diagnóstico do tipo grave de pneumonia que a infecta, identificada a partir de tomografia do tórax. Descobriu-se, ou apostou-se, que uma das bactérias isoladas agia como uma espécie de cortina de fumaça para o verdadeiro mal.

Claro, tudo com boa e providencial ajuda das correntes positivas que para ela fluem dos sete cantos do país, ecumênicas e holísticas. Nada escapa às forças do Universo, e toda forma de orar vale à pena.  Muito obrigada.

A febre persistente ainda preocupa, contudo. Há firme determinação médica em não diagnosticá-la tão somente “por exclusão”. Ainda que possa, em última instância, ser atribuída a uma reação do cérebro ao trauma e ao processo cirúrgico sofrido 24 horas após o atropelamento que a vitimou.

O cérebro é região obscura, a despeito de todo avanço das ciências médicas, psicológicas e que tais… A racionalidade, pura e simplesmente, não sabe da missa a metade. E alguns médicos têm a humildade em admiti-lo.

****************

Zeíca teve um dia especialmente agitado nesta quarta. Olho para ela, enquanto escrevo, e percebo sua exaustão. Não bastasse o mexe-mexe inescapável para consolidar a alta do CTI e a transferência para o quarto, ontem…

Hoje, foi submetida a uma série de exame: radiografia de tórax, tomografia no crânio, e um eletroencefalograma, e nova mudança de apartamento. Para ela, acredito, equivale a descer uma montanha russa.

É a primeira vez desde a emergência do HPS que o cérebro é o foco na abordagem diagnóstica. A evolução do quadro clínico, segundo o médico que a examinou esta tarde, já permite a investigação dos possíveis danos neurológicos.

Assim vamos, um dia de cada vez, sucessivamente – mais ou menos tranquilos, mais ou menos ansiosos, mas sem perder a confiança na recuperação da nossa querida. O tempo é senhor dos caminhos, e da vida.

Muito obrigada a quem vem somando para reforçar nossa esperança e fé.


3 comentários sobre “O tempo é senhor dos caminhos e da vida

  1. Graças!!!
    Sentimo-nos holisticamente harmonizas, a energia Reiki continua fluindo em favor da Zélia Goreth (Zeica)!
    Que bom sabermos da sua evolução, ainda que lentamente!
    É assim que trabalham os ‘mestres’ da cura!
    Em cada Reiki à distância invocamos toda ‘egrégore’ e assim há uma conjunção da ciência médica com a ciência da energia cósmica!!
    Viva!!!
    Grata ao grande criador, que permite!
    Amor e luz !

  2. Minha querida amiga Sula, desde aquele dia que você disse que poderia visitar a Zélia, estou com uma gripe e tosse que não passa, por isto ainda não fui visitá-la, mas continuo com as orações e vibrações em favor dela, DEUS agirá em favor dela, tenho certeza, um grande beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s