Dubiela lança ‘As Cidades de Rubem Braga e W.Bejamin’ no Rio e em Fortaleza

por Sulamita Esteliam

Quem é do ou está no Rio de Janeiro, é amante do mago Rubem Braga ou gosta de uma boa leitura, não pode perder o lançamento do livro da pesquisadora Ana Karla Dubiela: As Cidades de Rubem Braga e W.Benjamin – Flanando entre Rio, Cachoeiro e Paris. Dá-se nesta quarta-feira, às 19:00 horas, na Livraria Travessa, em Botafogo.

É o primeiro passo para o coroamento de uma saga de dez anos de pesquisa, que incluem dois anos de sacrifício para o doutorado pela Universidade Federal Fluminense, em Niterói. A coroação, mesmo, acontece em terras cearenses, onde a prata da casa é, sim, valorizada: dia 19 Ana Karla batiza seu rebento na XII Bienal Internacional do Livro, em Fortaleza.

Todo os bons fluidos para o sucesso que ela merece.

É o terceiro livro de Ana Karla Dubiela sobre a obra de Rubem Braga – Foto: Nely Rosa

Sei bem o que passou Karlinha – é assim que  a tratamos, nós que temos o privilégio da convivência, alguns como eu, ainda que esparsamente -, para chegar até aqui. Carregar consigo a filha adolescente, e ter que dividir-se entre a academia, no Rio, a sobrevivência em terra estranha, embora adorável, e uma mãe gravemente enferma em Fortaleza, só mesmo uma mulher, e de fibra.

Mas garra é um traço indelével desta cearense, que levou sua paixão adolescente às últimas consequências: fez do cronista capixaba-carioca o objeto de estudo de uma vida. Este é o terceiro livro dela sobre Braga, e foi parido sob as bençãos, e o esforço e desgaste que a captação requer, da Lei Rouanet.

O livro trata da “era de ouro” da crônica, o começo do século passado, quando “flanar pelas metrópoles era exercício obrigatório de cronistas, poetas, filósofos, artistas”. A captura “da poesia e do desencanto” em cada esquina, “do pulsar dos becos e veredas das cidades”.

A linguagem é poética, leve, como um “segredo de terra anoitecendo”. Embora seja adaptação de sua tese de doutorado, pode ser lido como um livro de crônicas:

A vontade é de recomeçar a leitura, para conviver um pouco mais com o velho Braga, com o soturno filósofo Walter Benjamin, com Baudelaire, Poe e tantos outros personagens que povoam este livro, nas ruas das cidades-almas”, afirma Ana Miranda, romancista, que assina a apresentação.

O livro parte do escritor que acalenta “um sonho feliz de cidade”, na década de 40, e chega ao desencantado narrador que flana pelo “pequeno jardim da alma” e não acredita mais em solução definitiva para as mazelas humanas/urbanas, no fim dos anos 80. Entre um e outro, a construção/desconstrução coletiva da cidade, da modernidade, da arte e da literatura.

Mais atual, impossível.

As Cidades… como que “restaura a modernidade” de Walter Benjamin (1892-1940) e Charles Baudelaire (1821-1867), “do homem da multidão”, de Edgar Allan Poe (1809-1849), e ganha contornos nas cidades-referências de Braga em sua obra.

Cidades-palco de inusitado diálogo entre filosofia, poesia e crônica. Uma idealizada Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo, onde nasceu, a “cidade-infância” do cronista; o Rio de Janeiro, a “cidade-vivência”, misto de amor e ódio; e Paris, a capital encantada que o abrigou docemente.

Delas emergem “o brejo da aura, o milagre da pintura, um gato entre pombos antropofágicos, o porão do esquecimento e da lembrança, os sonhos coletivos, o valor do pequeno e do grande na história”, escreve Dubiela.

O aparente descompromisso dá a mão à leveza para surpreender Ana Miranda, a romancista:

“Devo confessar que na minha juventude eu acreditava que quem estudava Literatura Comparada era simplesmente um representante incompreensível do topo da alquimia do verbo – e cá estou eu, neste contato íntimo, vendo a fama do hermetismo derrubada.”

Naturalmente que a escritora Ana Karla não suprime as preocupações jornalísticas e didáticas da pesquisadora.

O livro traz outras referências sobre o autor e a temática, que fazem toda diferença no que toca aos estudos-livros anteriores: a crítica social em Rubem Braga em A Traição das Elegantes e seus Pobres Homens Tristes; e a formação da crônica de Braga em O Coração : Postiço.

Inclui a íntegra das Crônicas de Paris, de Braga, inéditas em livro, é a principal delas. E mais um guia de leitura com um pequeno resumo de cada uma das coletâneas do cronista publicadas até 2016.

Não contente, a autora inclui um estudo sobre o cronista José de Alencar, considerado por ela precursor da crônica moderna. Agrega um roteiro de pesquisa para universitários e interessados no gênero crônica.

As Cidades de Rubem Braga e W.Benjamin – Flanando entre Rio, Cachoeiro e Paris é um publicação da cearense Lumiar Comunicação, via Lei Rouanet/Ministério da Cultura e patrocínio do grupo Casas Freitas e Freitas Varejo.

Ana Karla Dubiela é jornalista, graduada pela Universidade Federal do Ceará. Especialista em Estudos Literários e Culturais (UFC), mestre em Literatura Brasileira (UFC) e doutora em Literatura Comparada (UFF/RJ).

Além dos livros supra-citados, é autora de: Pedro Freitas – A vitória do trabalho, biografia. Coautora de As mães de Chico Xavier e O poeta da crônica – Rubem Braga: vida e obra.

Ministra cursos e palestras sobre literatura e crônica. Publicou diversos artigos sobre literatura em periódicos e revistas especializadas. É editora de livros, faz pesquisa e preparação de texto, além de revisão e adaptação de teses e dissertações para o formato de livro.


SERVIÇO:

Lançamento Ana Karla Dubiela:  As Cidades de Rubem Brga e W.Benjamin – Flanando sobre Rio, Cachoeiro e Paris
290 páginas, Lumiar Comunicação, R$ 50. Artes: Mario Sanders, apresentação: Ana Miranda
Contato: an_karla@hotmail.com

*******

Postagem revista e atualizada dia 11.04.2017, às 11:56 horas: correção de erros de digitação, de formatação e de gramática em diferentes parágrafos.

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s