Recado de Lula para Pernambuco: “Marília Arraes é minha candidata”

Lula com Marília e Bruno Ribeiro, presidente do partido em Pernambuco em ato nos 36 anos do PT – Foto: PT-PE
por Sulamita Esteliam

“Se eu estivesse em Pernambuco, hoje, a minha candidata já estaria em campanha para ganhar eleição para o governo do estado, a Marília Arraes.”

O recado de Lula, candidatíssimo, “até as últimas consequências”, para eventuais desavisados do PT da terra dos altos coqueiros não poderia ser mais claro, explícito e didático.

Nós eleitores e eleitoras pernambucanos, concordamos e aplaudimos aliviados, presidente Lula.

Marília Arraes, para quem não sabe, é vereadora do Recife pelo PT. É sobrinha do ex-governador Miguel Arraes e, portanto, prima do outro falecido, também ex-governador Eduardo Campos. Por discordar do primo e das decisões do PSB na campanha eleitoral de 2014, deixou o partido e migrou para o PT.

A manifestação de Lula veio pela boca de João Pedro Stédile, coordenador nacional do MST e de Ruy Falcão, ex-presidente do PT, visitas do dia na antevéspera de completar 90 dias de Lula preso político.

Dia em que o desgoverno, embora negue, sinaliza concordar com a entrega de mãos beijadas da Embraer para a Boeing, que passaria a controlar, em 2019, 80% da aviação comercial da empresa.

À guisa de joint venture, e sem pestanejar, como agem os predadores e os irresponsáveis.

As ações da empresa brasileira despencaram na Bolsa de Valores e o dólar foi aos píncaros, para variar.

A cobra vai fumar. E a fumaça não é aquela que relaxa e embriaga, segundo usuários de certa erva, liberada em diferentes quadrantes do planeta, e que aqui se teima em criminalizar.

Sob uma capa de moralismo e religião, o proibido e o reprimido terminam por garantir a vida do tráfico e, aí sim, do crime organizado. Sem esquecer que longe está de ser restrito à marijuana e, muito menos, às favelas das capitais brasileiras, das quais o Rio é a face mais explícita.

Não obstante, é permitido ser vira-latas e lambe-botas. E a cara nem cora.

De volta a Lula, Stédile e Falcão relatam que o encontraram “muito indignado com as injustiças e as manobras do Judicário. Mas, sobretudo, muito bem informado sobre a situação do Brasil, e preocupado com soberania nacional, com a entrega das nossas riquezas nacionais aos interesses multinacionais.

Ambos falaram aos jornalistas e também aos militantes da Vigília Lula Livre antes do tradicional Boa-Noite, presidente Lula. Compartilho o vídeo:

 

 

 

 

 

 

 

 


Um comentário sobre “Recado de Lula para Pernambuco: “Marília Arraes é minha candidata”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s