#AÇÃOCIDADANIA: ‘QUEM TEM FOME, TEM PRESSA’

por Sulamita Esteliam

É lugar comum dizer que “a História só se repete como farsa”. Nem sempre. Infelizmente o Brasil voltou ao mapa da fome, e é indispensável a gente não fechar os olhos para essa realidade.

Por conta dessa realidade escancarada em cada esquina, praças e ruas Brasil afora, está de volta a Ação da Cidadania contra a Fome e a Miséria para garantir às pessoas que não têm o que comer ao menos um #NatalSemFome.

Um vídeo com o samba Quem tem Fome tem Pressa foi composto por Xande de Pilares, Gilson Bernini, Emicida e Mosquito.

A música da campanha Natal Sem Fome 2020 foi gravada por quase três dezenas de artistas – da velha, da média e da nova guarda -, de todos os matizes e estilos – que cedem voz e imagem para a causa: Anitta, Xand Avião, Xande de Pilares, Caetano, Mart’nália, Alcione, Nando Reis, Criolo, Emicida, Teresa Cristina, Mosquito, Chico, Gilberto Gil, Maria Bethânia, Gloria Groove, Elza Soares, Djavan, Rogério Flausino, Karol Conka, Daniela Mercury, Majur, Ivete, Milton Nascimento, Chitãozinho e Xororó, Negra Li, Luisa Sonza, Zélia Ducan e Ludmila.

O A Tal Mineira , naturalmente, se soma à campanha. O clipe da música está postado também no canal do blogue no Youtube, replicado na coluna à direita.

Assista: Doe para a campanha Natal Sem Fome em http://www.natalsemfome.org.br/

A Ação da Cidadania foi criada em 1993 pelo  sociólogo mineiro Herbert de Souza, o Betinho. Militante no combate à ditadura civil-militar, foi asilado no Chile, depois no México e na Colômbia, retornando ao Braisl com a anistia em 1979.

É o “irmão do Henfil”, celebrizado na música de João Bosco e Aldir Blanc,  gravada por Elis Regina, num tempo do Brasil que sonhava “com a volta do… e tanta gente que partiu num rabo de foguete (…)”

A partir daí, dedicou sua vida à luta pelos direitos humanos, focado nas ações sociais. Fundou o Ibase – Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas, fundado, junto com os economistas Carlos Afonso e Marcos Arruda para lutar pela reforma agrária.  

Hemofílico, assim como a mãe e os irmãos Chico e Henfil, contraiu AIDS nos processos de hemodiálise a que tinha que se submeter. Mas lutou até o encantamento, em 1997.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s