vamos combinar que é hora ruim para se retomar as aulas presenciais!

por Sulamita Esteliam

Só queria entender o porquê de o Governo do Estado de Pernambuco manter o calendário de volta às aulas, se ele próprio admite que o nível de infecção por Covid-19 “continua muito alto”, apesar dos 14 dias de quarenta mais ou menos rígida e mais o feriadão da Semana Santa.

É do conhecimento até das areais da Praia de Boa Viagem que as condições epidemiológicas do país, e Pernambuco não é uma ilha, não oferece segurança para a retomada das aulas presenciais. E é fundamental oferecer condições adequadas para o ensino remoto. 

Leia a Nota Técnica da Campanha Nacional pelo Direito à Educação em consonância com outra NT da mesma natureza, produzida pela Fiocruz (foto ao pé da postagem).

A lembrar que o capiroto-presidente-genocida vetou integralmente a Lei que determina assegurar internet grátis a alunos e professores da rede pública de ensino.

O texto foi aprovado pelo Senado Federal em fevereiro, e pela Câmara em dezembro de 2020.  Até o Congresso derrubar o veto, se derrubar, as dificuldades dos filhos da Maria e do Zé Povinho seguem também nesse capítulo.

De qualquer forma, tudo é mais complicado neste momento em que o pais segue de ponta-cabeça e a pandemia bate de 7×1 nas tentativas, frouxas, de barrá-la.

Sobretudo as crianças pequenas, que não estão mais imunes ao risco, e que ainda não têm amadurecimento psicológico para manter distância dos coleguinhas. Ainda mais depois de tanto tempo de isolamento.

Aqui o retorno das aulas começou, exatamente, pelos pequenos da educação infantil, seguida da primeira fase do ensino fundamental, nas escolas particulares, em 05 de abril.  Nesta segunda, volta a turma do 6º ao 9ºano  e do ensino médio.

Na rede pública estadual, o retorno se inicia em 19 de abril: 3º ano do ensino médio, ensino infantil e fundamental até o 5º ano; 8º e 9º anos e o 2º ano do ensino médio voltam dia 26;  e dia 3 de maio, 6º de 7º anos do fundamental mais o 1º ano do ensino médio.

Entendo as dificuldades enfrentadas por mães e pais, às voltas com atividades remotas, ou não, e mais as exigências e os limites do isolamento social e acompanhamento simultâneo das atividades escolares das crianças.

Sei que não é fácil. Converso com meu filho, que tem dois, gêmeos, na educação infantil e um no ensino fundamental. Moram em Beagá, mantêm ele e a companheira negócio próprio, estão tendo que se virar para tocar o barco.

Primeiro, revezaram no papel doméstico. Depois decidiram que ele fica em casa porque lida melhor com as crias, e a mulher é melhor vendedora remota do que ele.

Aqui no Recife, minha filha está em trabalho remoto. Tem uma menina de três anos, a caçulinha, que deveria ter ido para a escolinha ano passado, necessidade bloqueada pela pandemia.

O adiamento para este ano não encontrou melhor cenário, e ela decidiu educar a filha em casa, à espera de melhores dias. Espertíssima, a pequena já escreve seu primeiro nome, identifica as letras da composição, conhece as cores, e as nomeia em português e inglês, assim como os números de 0 a 10.

Ela, mais do que os priminhos mineiros – que convivem entre si – se ressente da falta de brincar com crianças. Vive no meio de adultos – o irmão mais moço tem 18 anos. Mas sabe e verbaliza que até “quando acabar o Coronavírus” vai estudar “na escola de casa”.

Questão de bom senso. Afinal, prudência, cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. É o que diziam minhas avós.

Campanha educação - volta as aulas-cnde

Fontes requeridas:

PE Contra o Coronavírus

Pernambuco retoma as aulas de forma gradual

Boletim Coronavírus/Instagram 11.04.2021

Boletim Coronavírus dia 12.04.2021

Sinfemp – Sindicato dos Funcionários Públicos de Patos e Região 

crédito da Ilustração que abre a postagem 

Bolsonaro veta integralmente projeto que assegura internet grátis para alunos e professores da rede púbica

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s