Viva Marielle, memória sempre presente!

por Sulamita Esteliam

O 27 de julho e é Dia de Marielle Franco, e o Instituto que leva seu nome, e é presidido por sua irmã, Anielle, inaugura a Estátua de Marielle no Buraco do Lume, no Centro do Rio de Janeiro, para celebrar o que seria o aniversário de 43 anos dela. No momento em que escrevo, a cerimônia já começou.

A imagem que abre a postagem é uma ilustração-homenagem feita por FeppaRodrigues em abril de 2018.

O Buraco do Lume era o  lugar onde a vereadora do PSol prestava contas de seu mandato à população carioca. Até que foi executada, dia 14 de março de 2018.

Seu assassino está preso, mas até hoje, 1.596 dias depois – na contagem rigorosa da colega Eliane Brum, no Twitter – não se sabe, oficialmente, quem ordenou sua execução, que levou junto o motorista Anderson Gomes.

Quem se abalou da Colômbia para parte das homenagens foi ninguém menos que a vice-presidenta Francia Márquez: compartilhou sua experiência nas eleições colombianas com candidatas negras, em encontro organizado por por entidades negras da sociedade civil com o Instituto Marielle Franco.

Francia Márquez com candidatas negras no RJ = Captura de tela 2022-07-27
Francia Márquez com candidatas negras no RJ, no Instituto Marielle Franco – Foto: Captura de tela sobre foto deMaydonbaria/Insta @institutomariellefranco

Antes do Rio, deu uma passadinha em São Paulo para abraçar Lula.

O Instituto Marielle Franco convidou essa velha escriba para a cerimônia, o que muito me honra. Infelizmente, não pude comparecer, mas estou presente em espírito; e no que me toca, para preservar a memória desta mulher guerreira.

A propósito, está no ar, desde o dia 14 de julho, a plataforma A Voz de Marielle. Trata-se de iniciativa do Instituto Marielle com a @vmlyrspain . A ferramenta é um projeto que conecta imagens e artes da vereadora com seus discursos por meio de reconhecimento facial e realidade aumentada trazendo de volta a voz da política e ativista social brasileira.

Desenvolvido pela Vetor Lab, possibilita que qualquer pessoa aponte a câmera do celular para uma imagem do rosto de Marielle  e seja “transportada”, digamos assim para site onde seus discursos são ativados. É possível gravar as interações e compartilhá-las nas redes sociais com a hashtag #AVozDeMarielle.

Viagens da tecnologia a serviço da memória.

Marielle, presente!

*******

Postagem revista e atualizada em 02.08.2022: supressão de parágrafos repetidos; minhas desculpas.

Um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s